Pai e filha arquitetaram morte de jovem colombiano em Gurupi por ser amante da mãe

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Pai e filha foram presos acusados de arquitetar a morte do amante da mãe

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) cumpriram mandados de prisão preventiva nesta terça-feira (29) contra quatro pessoas suspeitas de envolvimento na morte do jovem colombiano Jhowin Holguim Rodrigues, de 20 anos, crime corrido em 21 de março de 2018, em um bar de Gurupi, sul do Estado.

Conforme o Delegado Hélio Domingos de Assis Alves, durante algumas semanas de investigações, os policiais descobriram que Joaquim Ribeiro, vulgo ‘Beguel’, de 39 anos teria encomendado a morte do jovem após descobrir que sua esposa estaria tendo um relacionamento extraconjugal com ele.

Na época, cogitou-se que a morte do rapaz tivesse relação com agiotagem, já que ele emprestava dinheiro a juros na cidade.

Segundo a polícia, para concretizar o crime, Joaquim teria falado com sua filha, Helena Martins Ribeiro, de 18 anos, para que contratasse o pistoleiro.

Ainda segundo a polícia, a jovem entrou em contato com Lucas Pereira Batista, de 24 anos e outro indivíduo de iniciais F.B e ofereceu a eles a quantia de R$ 5 mil reais, dinheiro prometido por seu pai, para que praticassem o homicídio.

No dia do crime, o jovem colombiano foi até um bar no Setor Vila Nova, onde estava Helena e o atirador efetuou três disparos de revólver cal. 38 contra ele. Jhowin não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Durante as investigações, os agentes descobriram que, dias antes do crime, Joaquim havia flagrado a esposa com a vítima na porta da faculdade em que ela estuda. Na ocasião, houve uma briga, motivada pelo fato de que a mulher já havia pedido a separação de Joaquim, mas ele não aceitava o fim do relacionamento.

Para a polícia, está claro que Joaquim e a filha arquitetaram a morte do jovem. A arma utilizada no homicídio pertence a Lucas e, também foi apreendida durante as investigações.

Joaquim Ribeiro foi preso em uma fazenda no município de Santa Rita. Sua filha, Helena Martins Ribeiro foi presa na cidade de Senador Canedo (GO), e Lucas e F.B foram presos em Gurupi.

A polícia ainda apura o possível envolvimento de outras pessoas no crime.

Foto: Divulgação
Lucas Pereira Batista, de 24 anos, suspeito de ser o executor do crime

VEJA MAIS…

Jovem colombiano que atuava como agiota é morto a tiros no sul do Tocantins

Comentários pelo Facebook: