Seet
Sobral – 300×100

Polícia prende no Pará terceiro acusado de participar do latrocínio contra peão de rodeio

Agnaldo Araujo - |
Foto: Divulgação
O suspeito foi preso na cidade de Belém

O terceiro acusado de participar do roubo seguido de morte contra o jovem peão de rodeio Getúlio Santos da Silva, de 26 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (13) no Estado do Pará. O peão era natural de Uruará (PA) e estava em Araguaína para participar do rodeio profissional na programação da Expoara 2017.

Márcio Vinícius Carneiro Martins foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedido pela justiça. Após receber informações sobre o paradeiro do acusado, a Polícia Civil do Tocantins solicitou apoio à polícia Civil do Pará, que localizou Márcio Vinícius na cidade de Marituba, próxima a Ananindeua.

O segundo acusado, Dênis Alex Alencar de Brito, também foi preso nesta quinta em Imperatriz (MA). As prisões ocorreram após um mês de investigação da Polícia Civil do Tocantins.

O peão de rodeio foi morto no dia 14 de junho de 2016, um dia antes da abertura do rodeio da Expoara. O primeiro acusado Rafael Silva Cavalcante, de 19 anos, foi imobilizado pelos colegas de Getúlio durante a ação criminosa e preso pela Polícia Militar.

O crime ocorreu numa residência localizada na rua Princesa Izabel do setor Jardim Santa Helena, onde vários peões estavam alojados.

Conforme a polícia, três bandidos armados chegaram de carro, entraram na residência e anunciaram o assalto. Os criminosos começaram a tomar os celulares das vítimas, quando Getúlio saía do quarto e o ladrão disparou contra ele.

O tiro acertou a cabeça do peão, que morreu na hora. O veículo usado na ação criminosa foi encontrado no mesmo dia, na Rua Piracanjuba do setor Lago Azul I.

Veja mais

Preso mais um suspeito de participar do latrocínio contra peão de rodeio em Araguaína

Peão de rodeio é morto a tiros durante assalto em Araguaína; vítima se apresentaria na Expoara

Comentários pelo Facebook: