Seet
Sobral – 300×100

Prefeitura de Colinas diz que gestão passada não pagou laboratório que fazia exames

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Vereadores também identificaram diversos problemas no Hospital Municipal

O único laboratório de análises clínicas de Colinas do Tocantins que atendia a rede pública de saúde passou 12 meses sem receber pelos serviços prestados à população e, por isso, suspendeu o atendimento. A informação foi repassada pela atual gestão da prefeitura da cidade.

Segundo a prefeitura, pagamentos não teriam sido realizados de janeiro a dezembro de 2016, na gestão do ex-prefeito José Santana (PT). Para solucionar o problema, a prefeitura garantiu que irá contratar dois laboratórios para que, até o fim do mês de julho, os exames fornecidos à população sejam retomados.

E os problemas não param por aí. Recentemente, os vereadores Leandro Coutinho e Romerito Guimarães, ambos do PT, fizeram uma vistoria no Hospital Municipal de Colinas e identificaram diversos problemas, entre eles, parte dos serviços de exames suspensos, demora na realização de cirurgias e falta de medicamentos.

Conforme informações do Departamento de Contabilidade da Secretaria Municipal de Saúde, a dívida deixada pela administração passada com o laboratório é em torno de R$ 38 mil. Ao checar a situação a fim de resolver o problema, a atual administração municipal descobriu que o empenho, ato que permitiria o pagamento, foi cancelado no ano passado.

Isso gerou um grande inconveniente, pois o laboratório parou de realizar os exames pelo motivo do não pagamento da dívida, mesmo sendo notificado por nós para o restabelecimento da oferta de exames, deixando a Secretaria de Saúde sem opção de contratação de outro laboratório, considerando a vigência de Ata de Registro de Preços até abril do ano em curso”, disse o secretário municipal de Saúde de Colinas, Francisco Barros Neto.

A nova contratação dos dois laboratórios está sendo feita de forma regular, via processo licitatório. A homologação do credenciamento dos novos laboratórios está prevista para ser realizada até o início da próxima semana, iniciando um novo ciclo de atendimentos e ampliando o número de pessoas atendidas.

Saúde em Colinas

De acordo com a prefeitura, esse ano, o Hospital Municipal de Colinas (HMC) já realizou 87 cirurgias eletivas, entre pequenas e médias, e criou a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), estabelecida através do Ato de Designação nº. 001/2017.

O centro cirúrgico do HMC recebeu novos equipamentos e mais médicos foram contratados para o atendimento no Pronto Socorro, o que elevou a quantidade de pessoas atendidas.

Mais de 150 partos (normal e cesariana) foram realizados esse ano no HMC. Se deslocar para outras cidades no momento do nascimento dos filhos era um grande tormento para as grávidas colinenses, o que foi resolvido esse ano com a criação de uma escala de plantões com médicos exclusivos para atender na obstetrícia.

Veja mais

Demora em exames, cirurgias e falta de medicamentos no Hospital Municipal de Colinas

Comentários pelo Facebook: