Seet
Sobral – 300×100

“Presidencialismo é um horror de atraso”, diz Siqueira Campos ao defender Parlamentarismo

Agnaldo Araujo -
Foto: Divulgação
Ex-governador do Tocantins, Siqueira Campos

O ex-governador Siqueira Campos declarou, na manhã desta quinta-feira (25/08), que lamenta profundamente o processo desgastante pelo qual passa o povo brasileiro, em virtude da crise política e o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Siqueira Campos defendeu a substituição do Presidencialismo pelo Parlamentarismo.

Segundo o ex-governador do Tocantins, o Presidencialismo é um sistema de Governo que está “falido” no Brasil. “O presidencialismo é um horror de atraso para a nação e prejuízo para o povo”, afirmou o ex-governador.

Siqueira Campos relembrou que durante a Constituinte de 1988 chegou a votar favorável à implantação do Parlamentarismo no Brasil como um novo regime de Governo. “O Parlamentarismo é um regime mais moderno, mais aberto”, e complementou. “Diferente do que ocorre agora, no Parlamentarismo a substituição do Primeiro-ministro ocorre de maneira natural, aprova-se um voto de desconfiança e ele é substituído, sem traumas”, frisou.

O ex-governador defendeu também uma mudança na legislação eleitoral. Dentre as alterações sugeridas por Siqueira Campos está a implantação do voto distrital para a escolha dos deputados federais e estaduais. Na opinião de Siqueira, a atual forma de escolha dos parlamentares permite que deputados se elejam com votos de regiões em que não exercem nenhuma representação.

“O Brasil tem que se modernizar, tem que se transformar em uma das maiores potencias do mundo para seu povo viver bem”, finalizou.

Comentários pelo Facebook: