Sobral – 300×100
Seet

TJTO manifesta preocupação com cessão de PMs para trabalhar nos Jogos Olímpicos

Mara Santos - |
Foto: Divulgação
Presidente do TJ se declarou preocupado com a possível cessão de policiais

O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) emitiu nota à imprensa em que expressa preocupação acerca da possibilidade de o Tocantins ceder 100 policiais para a Força Nacional de Segurança, que atuarão nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Na nota, o presidente do TJTO, desembargador Ronaldo Eurípedes, afirma que reconhece os esforços do Governo do Estado para regularizar o momento delicado que atravessa a segurança pública do Estado. “Contudo, temendo que esta situação se agrave ainda mais, o desembargador Ronaldo Eurípedes irá manifestar pessoalmente sua preocupação ao presidente da Assembleia Legislativa e ao Governador do Estado, hipotecando seu apoio a toda decisão que privilegie a segurança dos cidadãos tocantinenses“, finaliza a nota.

O assunto já foi duramente criticado na Assembleia Legislativa, na sessão do dia 5 de abril, quando o deputado de oposição Eduardo Siqueira (DEM) considerou como da “maior gravidade” o anúncio da possibilidade de cessão dos policiais. “Quem está precisando de reforços somos nós (Estado do Tocantins)”, frisou. O parlamentar ainda citou o aumento da criminalidade em todo o Estado; o reduzido número de policiais militares nas ruas e a grande quantidade de PMs em serviços administrativos.

Na oportunidade, o deputado também apresentou requerimento para que ao invés de ceder policiais para a Força Nacional, o Governador do Estado peça ao Governo Federal que encaminhe integrantes desta mesma Força Nacional ao Tocantins, que ajudariam no combate à criminalidade. “Já temos mais de 300 cedidos para os poderes e órgãos e agora vamos ceder mais 100?”, indagou o deputado, considerando serem estes números expressivos de militares longe das ruas.

Comentários pelo Facebook: