Programas sociais

Câmara aprova projetos que criam programas habitacional e CNH gratuita em Carmolândia

Deputado Jorge Frederico garantiu R$ 115 mil para o Programa Tô Habilitado.

Por Márcia Costa | Conteúdo AF Notícias 785
Comentários (0)

28/03/2023 09h50 - Atualizado há 1 ano
Vereadores aprovaram os dois projetos

A Câmara Municipal de Carmolândia, norte do Tocantins, aprovou dois importantes projetos de lei do Executivo Municipal que criam programas sociais para a população carente do município.

Um dos projetos dispõe sobre a criação do Programa 'Doce Lar - Morar Bem'. A proposta autoriza a prefeitura a construir, reformar ou ampliar moradias. O segundo trata-se do Programa 'Tô Habilitado', que vai custear todas as despesas necessárias para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Por meio do programa Morar Bem, a prefeitura poderá doar materiais de construção, tais como areia, cimento, tijolos, cerâmica, piso, tábuas, telhas de cerâmica e de amianto, varas de eucalipto, ripas, material elétrico e hidráulico, pregos, tintas e ferros em geral.

A Prefeitura de Carmolândia também poderá fazer o transporte do material, bem como fornecer a estrutura necessária para a construção, inclusive a mão de obra, por meio do trabalho dos servidores integrantes do quadro pessoal de município ou terceirizado.

Já com o Programa Tô Habilitado, a prefeitura vai custear a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação, categorias A e B. Para isso, o candidato deverá ser alfabetizado e ser residente em Carmolândia há pelo menos 2 anos.

O presidente da Câmara, Roberto Tolentino, afirmou que o deputado estadual Jorge Frederico já garantiu uma emenda parlamentar no valor de R$ 115 mil para o programa de CNH gratuita.

"Nós vereadores, juntamente com o nosso prefeito Neurivan Rodrigues, conseguimos uma emenda com o deputado estadual Jorge Frederico, de R$ 115 mil para o programa Tô Habilitado. Então o projeto precisava ser aprovado na Câmara para contratação da autoescola por meio de licitação. Todo o custo do processo, como taxas, exames de vista, psicotécnico e outras despesas, tudo será garantido pelo programa", disse Roberto Tolentino, presidente da Câmara.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.