Lei Joca

Deputados aprovam projeto de lei para transporte de animais domésticos nas cabines de aviões

Texto obriga a companhia aérea a oferecer serviço de rastreamento desses animais.

Por Agência Câmara de Notícias
Comentários (0)

09/05/2024 09h20 - Atualizado há 1 mês
Cachorro Joca que morreu durante transporte aéreo da empresa GOL.

Notícias do Tocantins - A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei determinando às companhias aéreas que oferecem o serviço de transporte de cães e gatos a colocá-los dentro da cabine do avião, onde ficam os passageiros. A matéria será enviada ao Senado.

De autoria do deputado Alencar Santana (PT-SP) e outros, o Projeto de Lei 13/22 foi aprovado com substitutivo do deputado Fred Costa. O texto define que os animais de estimação abrangidos pelo projeto são apenas cães e gatos e a regra se aplica aos voos domésticos.

A viagem desses animais na cabine deverá ocorrer em condições confortáveis, garantindo-se a sua segurança e a de todos os passageiros.

Entretanto, o relator prevê que a empresa aérea poderá se negar a realizar o transporte dos animais de estimação em caso de risco à saúde do animal, de segurança e de restrições operacionais.

Fred Costa criticou o fato de nenhuma das empresas aéreas nacionais ter certificado da Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata, em inglês) com procedimentos para transporte de animais em voos. "Nenhuma até hoje se preocupou em ter esse certificado. Será que algum de nós, que somos seres vivos com sentimentos assim como os animais são seres vivos com sentimentos, aguentaria viajar como bagagem sem água ou comida?", questionou, ao citar o caso do cachorro Joca, morto após ter sido colocado em avião incorreto e ficar horas no porão da aeronave.

Para o Delegado Matheus Laiola (União-PR), "os animais não podem ser tratados como se mala fossem, como se bagagem fosse."

O deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ) afirmou que animais não são coisas. "Defendo a vida em qualquer circunstância. Espero que os animais tenham o devido cuidado e o respeito necessário", disse.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.