Deputado estadual

Elenil da Penha orienta eleitor a responder nas urnas caso receba pressão política

Por Redação AF
Comentários (0)

12/05/2018 17h15 - Atualizado há 2 meses
O voto de cabresto ainda é um mecanismo muito recorrente no interior do Brasil como característica do coronelismo, e consiste em um sistema de controle de poder político através da compra de votos com a utilização da máquina pública ou o abuso de poder. Visando prevenir tal situação na eleição suplementar de 3 de junho ao Governo do Tocantins, o deputado estadual Elenil da Penha (MDB) divulgou um alerta aos eleitores nas redes sociais. O deputado garante que não há um destinatário único e especifico da mensagem, mas apenas uma conscientização. "É importante que façamos uma reflexão. Se por acaso você estiver recebendo pressão para plotar o seu carro ou mesmo para colocar no perfil foto e número de candidato, este ou aquele, você responda na urna, porque a sua liberdade não tem preço", diz o deputado. Sete candidatos estão na disputa ao governo do Estado: Mauro Carlesse (PHS), Kátia Abreu (PDT), Vicentinho Alves (PR), Carlos Amastha (PSB), Márlon Reis (Rede), Marcos de Souza (PRTB) e Mário Lúcio Avelar (PSOL). Esta promete ser uma das disputas mais acirradas da história do Tocantins, inclusive com grande chance de 2º turno.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.