Veja a lista completa

Família Miranda tem 7 envolvidos em operação da PF; empresários de Araguaína estão novamente

Por Redação AF
Comentários (0)

28/11/2016 21h03 - Atualizado há 2 semanas
A Polícia Federal prendeu oito envolvidos na operação Reis do Gado, deflagrada nesta segunda-feira (28) no Tocantins para desarticular um esquema de fraude em licitações no Governo do Estado, corrupção e lavagem de dinheiro. Entre os presos temporariamente estão o irmão do governador Marcelo Miranda, José Edimar de Brito Miranda Júnior e o atual secretário de Infraestrutura, Sérgio Leão. Além deles, a PF também cumpriu mandados contra Alex Câmara, o dono de empreiteira Alex Peixoto Santos, Alaor Junqueira, José Miguel Peixoto e Carlos Gomes Cavalcanti Mundim, atual diretor de compras e licitação da secretaria Estadual de Educação. Dois empreiteiros de Araguaína, também envolvidos na Operação Ápia, foram citados nesta operação. Marcus Vinícius Lima Ribeiro (Marquinhos da MVL), que foi preso temporariamente, e Rossine Aires Guimarães, conduzido coercitivamente. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) ainda decretou a insdisponibilidade de todos os bens em nome do governador Marcelo Miranda, do seu pai Brito Miranda e do imão Júnior Miranda. Segundo a PF, eles comandaram um esquema que lavou mais de R$ 200 milhões através da compra de fazendas e gados no Pará. Envolvidos na operação da família Miranda: ⁃ Marcelo Miranda, governador ⁃ Brito Miranda, pai ⁃ Júnior Miranda (preso), irmão ⁃ Maria da Glória Carvalho Miranda, irmã ⁃ Luciano Carvalho da Rocha, empreiteiro e primo do governador ⁃ Márcia Pires Lobo, esposa de Júnior Miranda e cunhada do governador ⁃ Luiz Antônio da Rocha, tio do governador Prisão temporária decretada: — José Edmar Brito Miranda Júnior, o Júnior Miranda — Marcus Vinícius Lima Ribeiro, MVL — Sérgio Leão, secretário estadual de Infraestrutura — Carlos Gomes Cavalcante Mundim Araújo, comissão de licitação da Seduc — Alex Câmara — Alaor Dias Junqueira, contador — Alex Peixoto dos Santos — José Miguel Santos Peixoto Mandado de condução coercitiva: — Maria da Glória Carvalho Miranda, irmã de Marcelo Miranda — Deise Regina Chaves da Silva — Luciano Carvalho da Rocha, empreiteiro e primo do governador — Marcelino Leão Mendonça — José Edmar Brito Miranda, ex-secretário de Infraestrutura e pai do governador — Luiz Pereira Martins — João Franco da Silveira Bueno — Marcelo de Carvalho Miranda, governador — Márcia Pires Lobo, esposa de Júnior Miranda e cunhada do governador — Antônio Lucena Barros — Rossine Aires Guimarães, empreiteiro — José Augusto Pires Paula — Deusenir Ribeiro de Souza — Almir José dos Santos — Ana Lídia Candido dos Santos — Lidiane Candido dos Santos — Ariella Ramalho Reis — Luiz Antônio da Rocha, tio do governador, controlador-geral do Estado — Carlos Batista de Almeida — Aldimir Lima Nunes — João Cleber de Souza Torres — Francisco Torres de Paula Filho — José Teodósio da Silva — José Wilson Siqueira Campos, ex-governador

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.