Covid-19

Gideon Soares convoca sessão para autorizar compra de vacina contra covid em Araguaína

O projeto de lei será votado nesta sexta-feira (12), às 9h.

Por Redação
Comentários (0)

11/03/2021 09h19 - Atualizado há 10 meses
Projeto será votado nesta sexta-feira (12)

O presidente da Câmara de Araguaína, vereador Gideon Soares (SD), convocou uma sessão extraordinária para deliberação e votação do projeto de lei que autoriza o Município a aderir ao consórcio gerenciado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para compra de vacina contra a covid-19. A proposta já foi encaminhada à Casa de Leis pelo prefeito Wagner Rodrigues (SD).

A sessão extraordinária, sem renumeração, ocorrerá nesta sexta-feira (12), a partir das 9 horas.

"Queremos agilizar a votação e aprovação do projeto para que, através deste esforço conjunto dos municípios brasileiros, tenhamos doses suficientes para imunização da população em geral o mais rápido possível. A Câmara defende a vacina e nós, vereadores, temos essa reponsabilidade no combate à pandemia, e faremos o que for possível", garantiu Gideon Soares.

Ao receber o projeto, o presidente já dialogou com todos os vereadores, inclusive da oposição. "Não vamos politizar a discussão da vacina. Nosso compromisso é com a vida da população", acrescentou.

VEJA TAMBÉM

O prefeito Wagner Rodrigues afirma que há urgente necessidade de vacinação em massa da população, não só para frear o iminente colapso generalizado na área da saúde, evitando mortes por desassistência, mas também para retomar a atividade econômica, a geração de emprego e renda e o convívio social.

"Temos recebido pouquíssimas doses e precisamos acelerar a vacinação para salvar vidas, ter liberdade e o retorno pleno da atividade econômica. Estamos prontos para comprar 50 mil doses e dependemos somente dos laboratórios venderem", afirmou o prefeito.

A assembleia para assinatura do consórcio será no próximo dia 22 de março. Milhares de municípios do país já manifestaram interesse na participação do consórcio.

No dia 23 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou que Estados e Municípios comprem diretamente a vacina contra a covid-19 em caso de insuficiência de doses por parte do Governo Federal.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.