Obras na pista

Indignado, Jorge Frederico cobra providências do DNIT para acabar com transtornos na BR-153

Obra está causando longos congestionamentos e horas de espera na fila.

Por Redação 986
Comentários (0)

08/12/2022 09h26 - Atualizado há 1 ano
Congestionamento já chegou a 20 km de extensão por causa da obra

Nas últimas semanas, quem está passando pelo trecho entre Guaraí e Tabocão na BR-153 tem que lidar com os transtornos causados por uma obra de reconstrução de bueiro. As obras estão em ritmo lento, causando dor de cabeça e colocando em risco a vida de quem trafega pela principal rodovia federal que corta o Tocantins.

O deputado estadual Jorge Frederico (REP) cobrou que o órgão fiscalizador da obra, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), aumente o efetivo de trabalho para acelerar o andamento da obra.

“É necessário que uma providência seja tomada, em caráter de urgência, para pôr fim ao transtorno que perdura há várias semanas. São horas de espera e após a parcial liberação, filas gigantescas se estendem ao longo da via”, descreveu Jorge Frederico.

Indignado, o parlamentar lamentou o falecimento de uma mulher de 38 anos, que passou mal dentro de um ônibus de passageiros e acabou morrendo antes de chegar no hospital. O caso aconteceu quando o veículo estava parado no congestionamento.

“Que aumente o efetivo de trabalho, que cobre a empresa que tá fazendo a recuperação alí, eu não sei se a empresa não tem a expertise, se está tendo dificuldade daquela recuperação, mas não podemos aceitar que essa situação perdure!”.

Frederico também lembra que além da economia que está sendo afetada, o transtorno para o cidadão que tem que cruzar da região norte a região central é muito grande e a empresa continua com a demora nessa recuperação.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.