Câmara dos Deputados

Lázaro Botelho destaca aprovação do projeto anti-invasão: 'vitória do agro e do homem do campo'

Um dos idealizadores da proposta, o deputado defende o direito e proteção à propriedade e a segurança no campo.

Por Redação
Comentários (0)

23/05/2024 10h27 - Atualizado há 3 semanas
Deputado Lázaro Botelho

Notícias do Tocantins – A Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (21/5), o texto principal da proposta que estabelece restrições e impedimentos para invasores e ocupantes ilegais de propriedades rurais e prédios públicos. Um dos idealizadores do Projeto de Lei, o deputado federal Lázaro Botelho (Progressistas) confirma que segundo o texto, quem praticar o crime de invasão de domicílio ou de esbulho possessório, será penalizado com uma série de restrições.

Em caso de condenação, o indivíduo está proibido, por exemplo, de participar do programa nacional de reforma agrária ou permanecer nele, se já estiver cadastrado, perdendo o lote que ocupar. Além disso, não receberá benefícios ou incentivos fiscais, como créditos rurais; ou ser beneficiário de qualquer forma de regularização fundiária ou programa de assistência social, como Minha Casa Minha Vida. Também fica impedido de inscrever-se em concursos públicos ou processos seletivos para a nomeação em cargos, empregos ou funções públicos, ou ser nomeado em cargos públicos comissionados.

Para o parlamentar, esta é uma grande conquista na luta contra a impunidade. Lázaro afirma que o projeto irá garantir maior proteção à propriedade privada e segurança aos homens e mulheres do campo.

“Acreditamos em uma regularização fundiária justa, que não prejudica o produtor rural, não provoca terror, nem gera prejuízos. Agradeço aos nobres pares, a Frente Parlamentar Agropecuária e a bancada ruralista pelo empenho na aprovação deste projeto. Vamos continuar lutando pela ordem, pela segurança jurídica e pelo desenvolvimento do Brasil por meio do agronegócio”, declarou o deputado.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.