Fiscalização

Prefeitura e Câmara de Barrolândia têm contas julgadas irregulares por falhas em licitações

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

30/11/2016 09h26 - Atualizado há 2 meses
A prefeitura e a Câmara Municipal de Barrolândia (TO) tiveram a prestação de contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE) referente ao exercício de 2014. Na prefeitura, o órgão encontrou falhas de natureza grave. Entre elas, realização de despesas sem o procedimento licitatório e irregularidades em licitações. As informações foram publicadas no Boletim Oficial do TCE nº 1745, desta terça-feira (29/11). A atual prefeita do município, Leila de Sousa Araújo Rocha, juntamente com a empresa contratada LS Consultoria e Assessoria Municipal S/s Ltda, foram multadas em R$ 13,5 mil. A prefeitura ainda foi multada em R$ 19 mil. Câmara Também foram encontradas falhas de natureza grave na prestação de contas do gestor da Câmara de Vereadores de Barrolândia. Entre elas estão a realização de despesas sem o procedimento licitatório; irregularidade em procedimentos licitatórios; despesas sem prévio empenho e despesas acima do limite constitucional de 7,09%. O atual presidente e gestor da Câmara, Erenaldo Marques Alves Bernardes, foi multado em R$ 7 mil.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.