Foragido Encontrado

Servidor que matou namorado da ex e acertou tiro no filho se entrega à polícia e fica em silêncio

Vítima estava tendo o primeiro encontro com a mulher, quando foi alvejado por disparos de arma de fogo.

Por Redação 2.150
Comentários (0)

30/03/2024 07h49 - Atualizado há 3 semanas
Raimundo na Delegacia

Notícias do Tocantins - Após ter a imagem divulgada como procurado pela Justiça, o servidor público Raimundo Filho Pereira da Luz, de 44 anos, se entregou à polícia nesta sexta-feira (29/3), na 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína. Ele estava acompanhado de seu advogado.

Na última terça (26), Raimundo invadiu a casa da ex-companheira, assassinou o pedreiro André Nascimento Lima, 33 anos, e acabou atirando no próprio filho adolescente.

Na delegacia, Raimundo se reservou ao direito de ficar em silêncio. “Ele não quis se pronunciar, mas diante das evidências, não há dúvidas quanto a autoria do crime. Vamos dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva e assim que finalizados os procedimentos de praxe, ele será encaminhado para a Unidade Penal de Araguaína, ficando à disposição da Justiça”, informou o delegado adjunto da 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP - Araguaína) e responsável pela investigação, Adriano de Aguiar Carvalho.  

Além do crime de homicídio, Raimundo também será indiciado por tentativa de homicídio contra a ex-companheira e um dos filhos, além de violação de medida protetiva de urgência. O inquérito policial deve ser finalizado nos próximos dias e encaminhado para o Poder Judiciário.

O crime

Na última terça-feira (26), Raimundo invadiu a casa da ex-companheira e atirou em André, com quem a mulher havia tido o primeiro encontro naquela noite. Apavorada, a mulher correu para dentro do quarto com seus cinco filhos (frutos de seu relacionamento com Raimundo) e trancou a porta. Raimundo, na tentativa de matar a ex-companheira, atirou várias vezes na porta e acabou atingindo um dos filhos no braço e no rosto.

O pedreiro André, namorado da mulher, foi a óbito no local. Já o filho, que ficou ferido, foi encaminhado para o Hospital Regional de Araguaína, onde permanece internado. 

Imediatamente ao ocorrido, a equipe da 2ª DHPP deu início às investigações e, com base nos relatos das testemunhas e nas evidências, a autoria ficou comprovada. O delegado então representou pela prisão preventiva do autor, a qual foi deferida no final da tarde desta quarta-feira (27) pelo juiz plantonista de Araguaína.

Foragido se apresentou à Delegacia

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.