Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Eleições 2022

Carlesse confirma que é candidato à reeleição, mas tem plano B com nome técnico

Governador também assegurou que vai concluir o mandato.

Por Nielcem Fernandes 5.594
Comentários (0)

06/10/2021 08h10 - Atualizado há 2 semanas
Durante a entrevista, o governador criticou a postura dos adversários: "nunca fizeram nada".

Fim das especulações! O governador Mauro Carlesse (PSL) revelou publicamente quais são suas pretensões políticas para as eleições de 2022 e afirmou de forma categórica que pretende disputar a reeleição ao Palácio Araguaia, uma espécie de terceiro mandato consecutivo, tese que é contestada pelos palacianos.

A declaração foi feita por Carlesse durante entrevista à Rádio 96 FM, nesta terça-feira (5/10). O governador adiantou que é candidato à reeleição e descartou definitivamente a disputa pela vaga no Senado. Caso não haja segurança jurídica para a candidatura, ele disse que tem o compromisso terminar o mandato e indicará outro nome para a disputa.

“Para dar continuidade ao trabalho que estamos fazendo eu sou candidato à reeleição, mesmo com toda dificuldade jurídica, estamos trabalhando para isso. Agora, se eu não tiver a oportunidade de ir para a reeleição, vou terminar meu mandato e vou pedir à população que vote naquele candidato que eu indicar, pois aquele que eu indicar pode ter certeza que vai dar continuidade nesse trabalho que estamos fazendo. Eu tenho compromisso de administrar esse Estado até o último dia do meu mandato, e isso será cumprido”, confirmou Carlesse.

Plano B: Nome técnico

O governador sinalizou que já tem um nome em mente com perfil técnico para a sucessão caso ele não consiga registrar candidatura.

“Temos pessoas com alta capacidade, que não é político, que está aí à disposição em um projeto que é viável, é possível, que já começou e agora é só dar continuidade. Esse estado não pode sofrer como antes”, disse o governador.

UTI´s Porto Nacional

A respeito das recentes críticas de adversários sobre o suposto fechamento das UTIs Covid em Porto Nacional, Carlesse rebateu afirmando que, para algumas famílias, a política não passa de um negócio.

“Eu até entendo que quando o adversário não tem competência, ele tem que partir para a agressão, pois eles nunca fizeram lá atrás. Recentemente o deputado Vicentinho foi à tribuna dizendo que nós íamos fechar as UTI´s de Porto Nacional. Mas a família dele ficou 30 anos, como senador, como deputados e nunca fizeram e o povo vê isso. Essas pessoas nunca produziram nada dentro desse Estado que não seja para suas famílias. Kátia Abreu, Irajá, que o que tem é de política. Eles não têm outras coisas a não ser da política. A política para eles é um negócio. No meu caso, não é um negócio. A política pra mim é desejo de melhorar, é desejo de construir, é desejo de mostrar que é possível mudar esse estado”, disparou.

Curso de Medicina no Bico

Carlesse disse ainda que a senadora Kátia Abreu foi contra a implantação do curso de Medicina na Unitins em Augustinópolis, no Bico do Papagaio.

“A senadora Kátia Abreu foi totalmente contra. Ela chegou a fazer visitas em algumas áreas, no conselho para impedir a instalação do curso em Augustinópolis. Está aí o resultado. As pessoas vêm que esse tipo de políticos antigos eles não têm nada a não serem interesses próprios. Eles são contra tudo o que o governo está fazendo, mas nunca fizeram nada. Nunca sentaram em uma mesa para discutir um projeto bom para o estado. Agora, acabou essa política”, disparou novamente.

Pandemia

O governador Carlesse afirmou também alguns parlamentares da bancada federal não contribuíram com a destinação de recursos para o enfrentamento da pandemia no Tocantins.

“É muito simples de entender. Nós não deixamos nenhuma família que precisasse de ajuda passar necessidade. Destinamos mais de 1 milhão e 600 mil cestas básicas a essa população. Tivemos ajuda sim, 400 mil cestas vieram de emendas de deputados estaduais. Esses que criticam o Carlesse 24 horas, nenhuma vez disseram assim: estou te mandando dinheiro para o hospital, tô te mandando um dinheiro... ao contrário, eles mandaram dinheiro para outros estados. Vicentinho Júnior, deu 20 milhões para outro estado na pandemia. Aí você fica pensando: quem são essas pessoas que me criticam? Criticam por que não tem capacidade”, finalizou Carlesse.

Confira a entrevista na íntegra

Facebook (aqui)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.