Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Novas medidas

Dimas proíbe corte de água e luz por 60 dias em Araguaína e decreta calamidade pública

Deve ser priorizada a saúde pública, afirma o gestor.

Por Arnaldo Filho 8.051
Comentários (0)

23/03/2020 22h22 - Atualizado há 2 meses
Prefeito Ronaldo Dimas anuncia novas medidas contra o coronavírus

O prefeito de Arguaína, Ronaldo Dimas (Podemos), antecipou ao AF Notícias mais medidas adotadas para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. O gestor decidiu decretar situação de calamidade pública. O novo decreto será publicado ainda nesta segunda-feira (23) no Diário Oficial do Município.

Dimas também apresentou à Câmara Municipal um projeto de lei no qual proíbe o corte no fornecimento de serviços essenciais de energia elétrica, água e de coleta e tratamento de esgoto, por falta de pagamento.

Pela proposta, as concessionárias BRK Ambiental e Energisa ficam expressamente proibidas de interromper os respectivos serviços prestados, na zona urbana e rural, pelo prazo de 30 dias, prorrogável por igual período.

O prefeito destacou que, neste momento crítico, o interesse das empresas no recebimento das faturas não pode sobrepor-se às medidas de saúde pública. “Deve ser priorizada a saúde pública, não podendo, em hipótese alguma, haver interrupção dos serviços, salvo nos casos de comprovado comprometimento à segurança das pessoas, pelo tempo necessário à correção do problema”, afirma na justificativa do projeto.

O prefeito já se reuniu com os vereadores nessa tarde para tratar das novas medidas que devem ser votadas pelos vereadores em sessão extraordinária ainda nesta semana.

Dimas destacou que o Município já adotou várias medidas "rápidas, práticas e eficazes" para combate à pandemia que assombra o mundo e que requer adoção de atitudes imediatas como é o caso da continuidade dos serviços essenciais de água e luz.

2 CASOS NEGATIVOS

O prefeito também antecipou ao AF que 2 dos 9 casos suspeitos de coronavírus em Araguaína testaram negativo, ou seja, estão descartados. Nesta terça-feira (24) a prefeitura receberá os primeiros kits de testes rápidos da doença, o que vai acelerar o diagnóstico para questão de minutos. 

BRK E ENERGISA

A BRK Ambiental já anunciou a suspensão de corte de água por falta de pagamento desde o dia 19 de março de 2020, em todas as cidades do Tocantins onde a empresa atua. A medida vale inicialmente por 60 dias. 

Já a Energisa disse que está sensível ao avanço da pandemia do Covid-19 e atenta aos principais temas levantados pela sociedade e diferentes setores da economia.

Afirmou também que está em diálogo aberto com o Ministério de Minas e Energia e a Aneel para agir de forma estruturada, para que soluções para o segmento sejam pensadas em âmbito nacional, abordando todas as suas variáveis e implicações.

"A Energisa reconhece que o serviço de fornecimento de energia se torna ainda mais essencial neste momento", disse.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.