Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Governo do Estado

Kátia pede que MPF investigue 'componente eleitoreiro' na entrega de máquinas no Tocantins

Segundo a senadora, alguns município serão privilegiados em detrimento de outros.

Por Arnaldo Filho 851
Comentários (0)

29/06/2020 13h43 - Atualizado há 2 semanas
Máquinas estão em frente ao Palácio Araguaia

Em ofício encaminhado ao Procurador-Geral da República, Augusto Aras, a coordenadora da bancada federal do Tocantins, senadora Kátia Abreu (PP), pede que o Ministério Público Federal investigue o Governo do Tocantins por possíveis irregularidades na distribuição de máquinas aos 139 municípios do estado.

O documento cita que o governo mudou os critérios de distribuição dos equipamentos e alguns municípios receberão mais máquinas que os demais, diferentemente do que havia sido acordado com a bancada federal.

Os recursos para aquisição das máquinas foram alocados via emenda impositiva na Lei Orçamentária Anual de 2018 do Governo Federal, no valor de R$ 68,25 milhões, pelos deputados e senadores.

Conforme o ofício, durante o demorado processo licitatório, os municípios relacionaram 15 tipos de maquinários a serem adquiridos, mas o Governo reduziu para apenas 5 itens, sem informar as razões. "Verificou-se também a alteração dos critérios de distribuição dos equipamentos, que deixou de respeitar a divisão equânime entre os municípios", acrescenta o documento.

"E para nossa surpresa, todos os 139 municípios receberão 1 máquina e 80 municípios receberão 2. Temos a convicção de componente político eleitoreiro na exclusão de 59 municípios do direito de receber a segunda máquina", afirma o ofício da senadora.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, cumpre agenda no Tocantins, nesta segunda-feira (29), para fazer a entrega simbólica de parte dos equipamentos.

A coordenadora da bancada afirmou ainda que serão entregues apenas 2 itens e o Governo não deu nenhuma explicação para a ausência dos equipamentos faltantes.

O Governo do Estado ainda não se manifestou sobre a denúncia da senadora. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.