Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Ano de 2017

Prefeita de Xambioá entra no rol de gestores com contas rejeitadas pelo TCE; decisão unânime

A Corte de Contas fez um total de 17 recomendações e determinações.

Por Arnaldo Filho 2.976
Comentários (0)

06/03/2020 18h25 - Atualizado há 1 ano
Prefeita de Xambioá Patrícia Evelin

Por decisão unânime, o Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE) rejeitou a prestação de contas consolidadas da prefeita Patrícia Evelin, de Xambioá, referente ao ano de 2017. O julgamento ocorreu na terça-feira (3).

O TCE disse que foram identificadas impropriedades de natureza grave na documentação apresentada pela gestora, a exemplo da abertura de crédito adicional no orçamento no valor de R$ 2,1 milhões utilizando uma fonte de recurso inexistente.

O órgão cita que essa irregularidade viola a Constituição Federal, no artigo 167, inciso V, e também a Lei Federal nº 4.320/64, no artigo 43, que determina que a abertura de créditos suplementares depende da existência de recursos disponíveis e será sempre precedida de justificativa

O TCE recomendou que a prefeita faça o adequado planejamento na elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) para refletir de forma mais adequada a realidade municipal e evitar tais situações. A Corte de Contas fez um total de 17 recomendações e determinações para serem cumpridas pela gestão de Patrícia Evelin.

Com essa decisão, o nome da prefeita será incluído na lista de gestores públicos com contas julgadas irregulares.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.