Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Arapoema

Prefeita é suspeita de usar máquinas da prefeitura na própria fazenda; MPTO instaura inquérito

Se confirmada a denúncia, a prefeita pode ser processada criminalmente.

Por Arnaldo Filho 2.131
Comentários (0)

06/04/2020 10h48 - Atualizado há 1 mês
Equipamentos foram apreendidos pelo Promotor de Justiça

O Promotor de Justiça de Arapoema, Caleb de Melo Filho, instaurou inquérito civil público para investigar uma denúncia de que máquinas públicas estariam sendo usadas para executar serviços na fazenda da própria prefeita Lucineide Freitas, a professora Lú, e do marido Renato Freitas Júnior, secretário municipal de Infraestrutura.  

A denúncia chegou ao Ministério Público do Tocantins por meio de representação dos vereadores Ricardo Carlos da Silva e Divino Rodrigues de Oliveira.

As máquinas estariam na Fazenda Guarani, na zona rural do município, no último dia 1º de abril. Em diligências preliminares, o Promotor de Justiça confirmou que dois equipamentos (um scrap agrícola e um terraceador agrícola, com 22 lâminas) tinham sido levados durante a madrugada para outra propriedade (Fazenda Santa Maria), a 15 km da fazenda da prefeita. Esse equipamentos foram apreendidos pelo promotor.

Um terceiro equipamento (um arado agrícola), que também pertence ao município, estaria trabalhando na fazenda da gestora, porém não foi levado para a Fazenda Santa Maria.

Por isso, o promotor requisitou ao delegado de Polícia Civil do município que faça imagens com drone o mais próximo possível do local do suposto uso na Fazenda Guarani, bem como faça sobrevoo no trajeto entre as fazendas Guarani e Santa Maria, visando localizar a grade de arado.

O promotor também mandou notificar a prefeita e o marido, via whatsapp, sobre a instauração do inquérito para que apresentem resposta no prazo de 15 dias.

"Tendo em vista que os fatos, em tese, podem configurar infração penal e em atenção à prerrogativa de foro da investigada Lucineide Parizi Freitas, remeta-se cópia integral do procedimento à Procuradora-Geral de Justiça", disse o promotor.

PROCESSO DE IMPEACHMENT

A prefeita Professora Lú enfrenta um processo de impeachment na Câmara de Arapoema, sendo que uma das acusações refere-se ao uso indevido de máquinas públicas em sua propriedade particular.

Contudo, o processo de cassação encontra-se suspender por decisão liminar da Justiça, mas já obteve parecer favorável do Ministério Público pelo prosseguimento do impeachment e aguarda decisão do juiz.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.