Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Norte do Estado

Servidora de pequena cidade recebe R$ 204 mil de salário no Tocantins e chama atenção do MPTO

A Promotora Ruth Araújo Viana quer saber a origem desses valores.

Por Arnaldo Filho 31.881
Comentários (0)

15/01/2020 09h44 - Atualizado há 4 meses
Caso ocorreu na cidade de Praia Norte, no Bico do Papagaio

A 2ª Promotoria de Justiça de Augustinópolis instaurou inquérito para investigar o pagamento de mais de R$ 200 mil a título de salário a uma servidora comissionada que trabalha na educação de Praia Norte, município na região do Bico do Papagaio com população estimada em 8,4 mil pessoas, segundo o IBGE/2019.

Atualmente, a servidora M.S ocupa o cargo de supervisora educacional, mas foi contratada em janeiro de 2017 como professora com salário-base de R$ 2.557,00.

O que chamou atenção do Ministério Público foi o fato de que em fevereiro do ano passado, ainda como professora, o salário-base da servidora saltou vertiginosamente para R$ 102.308,60. Com os descontos de R$ 27.731,47 ela recebeu líquido o montante de R$ 74,5 mil.

No mês seguinte o fato curioso se repetiu novamente, com salário de R$ 102,3 mil. Mas dessa vez o desconto foi de apenas R$ 642,33 – restando líquido R$ 101,6 mil, sendo normalizado nos meses seguintes.

A Promotora Ruth Araújo Viana quer saber a origem desses valores e já cobrou explicações da Prefeitura de Praia Norte. O inquérito foi instaurado nesta segunda-feira (13). 

O prefeito da cidade é Ho-Che-Min Silva de Araújo.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.