Arnaldo Filho

Blog AF

redacao@afnoticias.com.br

Agenda Tocantins

TJ tranca ação penal contra Eduardo Siqueira por contrato de R$ 2,2 milhões com TV Anhanguera

O caso envolve a contratação da TV sem licitação por R$ 2,2 milhões.

Por Arnaldo Filho 1.243
Comentários (0)

17/10/2019 09h16 - Atualizado há 3 semanas
Agenda Tocantins foi realizado em 2011 no governo de Siqueira Campos

O Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO) determinou o trancamento de uma ação penal proposta pelo Ministério Público contra o ex-secretário e atual deputado estadual licenciado Eduardo Siqueira Campos (DEM) por crime contra a Lei de Licitações. O julgamento ocorreu na terça-feira (15/10).

O caso envolve a contratação, sem licitação, do Grupo Jaime Câmara (TV Anhnaguera) durante o ano de 2011 para prestação de serviços de execução do projeto denominado 'Agenda Tocantins', no valor de R$ 2,2 milhões. Na época, Eduardo era Secretário do Planejamento e Modernização da Gestão Pública no governo do seu pai, Siqueira Campos (DEM).

O trancamento da ação penal também beneficia os demais réus no caso: Vanda Paiva (secretária executiva da Seplan na época), Fátima Regina de Souza Campos Roriz e Divino Rodrigues Carneiro, dirigentes da TV Anhanguera.

A decisão do TJ foi tomada em um habeas corpus impetrado pelos advogados Juvenal Klayber e Adriano Guinzelli, que defendem Eduardo Siqueira.  

Apesar de os fatos terem ocorridos ainda em 2011, a denúncia do MPTO só foi protocolada em janeiro de 2018. O TCE já havia considerado regular o contrato com a TV Anhanguera e o TJ rejeitado uma ação civil pública em razão dos mesmos fatos.

No tribunal, a relatora do caso, desembargadora Ângela Prudente, acatou a tese de inépcia da denúncia do MP por não descrever o efetivo prejuízo ao patrimônio público e a intenção de causá-lo.

“Ausentes as qualificações pormenorizadas do suposto ato criminoso, há que se rejeitar a denúncia. Ordem concedida para determinar o trancamento da Ação Penal nº 0043918-61.2018.827.2729, em trâmite na 3ª Vara Criminal da Comarca de Palmas”, diz a decisão do TJ.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.