Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Gurupi

Tocantins perde pátio multimodal da Norte-Sul e governador apela ao presidente Jair Bolsonaro

Em Goiás, a previsão de investimento na construção é de R$ 400 milhões.

Por Arnaldo Filho 5.837
Comentários (0)

13/12/2019 07h47 - Atualizado há 7 meses
Único pátio multimodal da Ferrovia Norte-Sul ficará em Goiás

O pátio multimodal da Ferrovia Norte-Sul que estava em fase de implantação na cidade de Gurupi, no sul do Tocantins, agora será instalado em Rio Verde (GO) e será o único no trecho de 1,5 mil km de extensão entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP).

Durante a visita de Jair Bolsonaro ao Tocantins, nesta quinta-feira (12), o governador Mauro Carlesse (DEM) reagiu à notícia e fez um apelo ao presidente e à bancada federal do Estado para que o polo permaneça em Gurupi. "A implantação do pátio multimodal da Ferrovia Norte-Sul não pode sair de Gurupi. Eles estão com vontade de levar para Rio Verde (GO) e não podemos permitir. O pátio já está quase pronto. É um pedido que nós fazemos!", pediu o governador.

Em Goiás, a previsão de investimento na construção do Complexo de Rio Verde é de R$ 400 milhões, considerando a instalação completa da infraestrutura e do terminal de grãos.

A estrutura deverá entrar em funcionamento em 2021, gerando 1.800 empregos diretos. Só na construção serão gerados 1.600 empregos, sendo 70% de mão de obra local.

A capacidade de transporte será de 11 milhões de toneladas por ano e movimentará cerca de 1.200 caminhões bitrem por dia.

A empresa Rumo S.A. arrematou o trecho e a assinatura do contrato acontecerá no próximo dia 19 de dezembro em Rio Verde com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do governador Ronaldo Caiado (DEM).

O QUE DIZ A RUMO

"A Rumo ressalta o seu compromisso no cumprimento do contrato de 30 anos da subconcessão da Malha Central (Ferrovia Norte-Sul), assinado no dia 31 de julho de 2019. A empresa trabalha com uma equipe técnica que está comprometida com análises e estudos de implantações de terminais ao longo da malha, que se estende de Porto Nacional (TO) a Estrela D´Oeste (SP).

A previsão da Rumo é que a operação na Malha Central tenha início no segundo semestre de 2020 para o tramo central, entre Anápolis (GO) e Imperatriz (MA). O tramo sul deve entrar em operação no primeiro trimestre de 2021. Com isso, a Malha Central amplia o mercado de atuação da Rumo para três novos estados: Tocantins, Goiás e Minas Gerais."

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.