Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Hospital em Palmas

Troca de governador no Tocantins não resolve atrasos salariais de profissionais da saúde

Profissionais atuam no Hospital Estadual de Combate à Covid-19.

Por Arnaldo Filho 1.265
Comentários (0)

24/11/2021 09h35 - Atualizado há 1 semana
Carlesse está afastado do cargo desde o dia 20 de outubro e Wanderlei é o governador interino

A troca de governador no Tocantins, de Mauro Carlesse para Wanderlei Barbosa, ainda não resolveu o problema enfrentando por centenas de profissionais da saúde que estão na linha de frente de combate à covid-19 desde o início da pandemia. O salário desses trabalhadores vem atrasando frequentemente há cerca de um ano.

O mês de novembro está chegando fim, mas os trabalhadores do Hospital Estadual de Combate à Covid (HECC), em Palmas, ainda não receberam o pagamento referente a outubro. São 192 profissionais, além de médicos. Essa situação de descaso já foi denunciada várias e várias vezes pelo AF Notícias.

O problema ocorre porque o Governo do Tocantins atrasa os repasses devidos ao ISAC - Instituto Saúde e Cidadania, que o é responsável pela gestão da unidade de saúde, provocando um efeito cascata junto aos colaboradores e prestadores de serviços.

Em nota divulgada nesta terça-feira (23), O ISAC confirmou o atraso no repasse referente à requisição administrativa do Hospital Estadual de Combate à Covid-19. Segundo a nota, o governo repassou apenas os recursos referentes à gestão das UTIs Covid nos Hospitais de Palmas, Araguaína e Gurupi.

“É por esse motivo que ainda não pagamos nossos colaboradores do HECC. Esse atraso vai contra nossa vontade e somos solidários a vocês”, afirma o ISAC na nota.

O Instituto afirmou que depende desse repasse financeiro da Secretaria de Estado da Saúde para quitar a folha da competência 10/21.

O QUE DIZ O GOVERNO DO ESTADO

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que na sexta-feira (19) foi pago o valor de R$ 1,8 milhão ao Instituto Saúde e Cidadania (Isac), referente à parte da dívida pelos serviços prestados no Hospital Estadual de Combate às Covid-19, Hospital Geral de Palmas, Hospital Regional de Araguaína e Hospital Regional de Gurupi.

A Saúde afirmou ainda que o processo para a liquidação do restante da dívida já está na SEFAZ, devendo o crédito ser efetuado até sexta-feira (26).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.