Afogamento

Após ingerir bebida alcóolica, homem vai banhar no Rio Tocantins e morre afogado

Ele estava em um acampamento na Praia de São Francisco.

Por Redação 1.274
Comentários (0)

23/08/2021 11h07 - Atualizado há 3 meses
Homem estava em um acampamento com amigos

Um homem identificado como Genisval Pinheiro da Silva, de 40 anos, morreu afogado neste domingo (22). O caso foi em Praia Norte, no extremo norte do estado, cerca de 260 km de Araguaína. Ele estava com amigos em um acampamento na Praia de São Francisco, às margens do Rio Tocantins.

Testemunhas relaram ao Corpo de Bombeiros que Genisval teria ingerido bebida alcóolica durante toda a noite e na madrugada de sábado para domingo (22/8). Ao amanhecer, ele foi mergulhar no rio e, pouco tempo depois, os amigos não o avistaram mais.

Os bombeiros da 3ª Companhia de Araguatins foram acionados para as buscas, mas quando chegaram ao local do afogamento o corpo de Genisval já havia sido encontrado por pescadores ribeirinhos.

A vítima estava a aproximadamente dois metros de profundidade em uma área de pouca correnteza e água limpa.

Os militares levaram o corpo até o cais de Praia Norte e acionaram o Instituto Médico Legal (IML), a Polícia Civil e a Polícia Científica para realização de perícia

Estatística

Conforme levantamento da Gerência de Monitoramento da Defesa Civil, 47% das vítimas de afogamento ingeriram bebida alcoólica antes de entrar na água. Em 90% dos casos, os homens são os que mais se envolvem neste tipo de ocorrência.

No primeiro semestre deste ano, o Tocantins registrou 42 mortes por afogamento. Em abril foi a maior quantidade, com 9 casos. Seguido por maio, com 7 e fevereiro com 6. Desde julho, já são mais quatro afogamentos, totalizando 46 vítimas.

Atualmente, o Corpo de Bombeiros Militar está realizando o Curso de Formação de Agente Municipal de Prevenção aos Afogamentos, voltado para servidores das Defesas Civis Municipais e Agências Municipais de Turismo.

O projeto é inédito no Brasil e visa, com a formação dos agentes e por meio de sinalização nos locais de banho, como rios, represas, lagos, praias e balneários em todo o Tocantins, orientar os gestores e banhistas sobre profundidades e os limites onde se pode nadar, proibições de saltos de locais elevados, travessias de um ponto a outro e o uso de coletes salva-vidas.

O curso em andamento atende onze municípios. Contudo, na próxima etapa, mais Prefeituras podem inscrever seus servidores.

Corpo foi localizado por pescadores ribeirinhos

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.