Preso em Araguaína

Assaltante que roubou carro de agente é suspeito de torturar e filmar morte de rival

O roubo do veículo aconteceu na noite de domingo (19) quando o agente chegava em casa.

Por Márcia Costa 4.292
Comentários (0)

22/05/2019 08h12 - Atualizado há 1 ano
Divulgação

Flávio Barroso Lopes, conhecido como 'Sucesso', de 27 anos, foi preso na manhã de terça-feira (21) no Residencial Lago Azul III em Araguaína, suspeito de envolvimento com o roubo de um carro de um agente penitenciário em Tocantinópolis. Ele é considerado de alta periculosidade.

O roubo do veículo aconteceu na noite de domingo (19) quando o agente penitenciário chegava em casa na cidade de Tocantinópolis.

Câmeras de segurança da residência flagraram o exato momento do crime. O criminoso armado aproveita a abertura do portão, entra na casa e surpreende o agente ainda dentro do carro. Em seguida, outro bandido entra, segura a vítima e os dois bandidos fogem no veículo.

Poucas horas depois o veículo foi abandonado pelos assaltantes às margens da BR-153, próximo a Wanderlândia. Policiais tinham montado barreiras e houve troca de tiros. Os criminosos fugiram pelo matagal.

'Sucesso' é suspeito do homicídio de Mateus Almeida da Silva, também conhecido como “Coladinho”, em 28 de março de 2017, em Araguaína. A vítima foi torturada até a morte e o crime foi filmado e publicado nas redes sociais. Ele também é investigado por outros assassinatos em Araguaína e foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão temporária.  

“Trata-se de um crime com requintes de crueldade e que chocou a população de Araguaína, isso porque o autor gravou a execução e o vídeo com as cenas do assassinato se espalhou pela cidade, o que demonstra o alto grau de periculosidade do suspeito”, ressaltou o delegado Alexander Pereira da Costa.

O suspeito chegou a ser preso, mas depois de alguns meses foi colocado em liberdade. Segundo a Polícia Civil, há indícios de que ele pode estar envolvido diretamente em pelo menos dois homicídios praticados nos últimos meses.       
        
No momento da prisão, o suspeito estava escondido debaixo de uma cama. Conforme o delegado Guilherme Torres, um dos coordenadores da ação, as investigações continuam no sentido identificar a participação dele em outros homicídios praticados na cidade.

“Há suspeitas de que o autor tenha participado do roubo, uma vez que o documento do indivíduo estava dentro do Toyota Corola roubado. Intensificamos as investigações durante toda a madrugada e descobrimos que ele estaria escondido em uma residência no setor Lago Azul III, onde efetuamos sua prisão", ressaltou o delegado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.