Presídio Barra da Grota

Detento confessa que tentou enforcar colega de cela por ter cuspido no chão e olhado para ele

Preso por homicídio, agora responderá por tentativa de homicídio.

Por Redação 1.011
Comentários (0)

16/02/2023 16h14 - Atualizado há 1 ano
Presídio Barra da Grota

Um preso que tentou matar o companheiro de cela enforcado no presídio Barra da Grota, em Araguaína, foi indiciado por tentativa de homicídio. O crime ocorreu em 7 de fevereiro deste ano, e as investigações foram concluídas nesta quinta-feira (16/02). 

O dentento tem 22 anos e foi preso por homicídio praticado em Palmeiras do Tocantins em 2021. O detento vitimado tem 28 anos e cumpre pena por homicídio ocorrido em Araguaína no ano de 2015.

Durante as investigações, restou apurado que o autor, valendo-se de uma corda artesanal feita com pedaços de pano, amarrou o pescoço da vítima e a asfixiou, efetuando, ainda, diversos golpes em sua cabeça. A vítima teria fingido que estava morta, tendo o autor cessado as agressões, momento em que a equipe da unidade compareceu até a cela e conseguiu resgatar a vítima e prestar o atendimento, evitando a consumação do crime”, explicou o delegado Breno Eduardo Campos Alves.

Em interrogatório, o autor afirmou que praticou o crime em razão de o companheiro de cela ter cuspido no chão e olhado para ele em seguida.

O delegado Breno Alves informou que o autor já estava preso por homicídio e, agora, também passará a responder por essa tentativa de homicídio.

“Trata-se de uma conduta de extrema gravidade e praticada por motivo fútil, onde, tomado pela raiva, o autor tentou matar seu companheiro de cela, fato que somente não se consumou devido à rápida intervenção dos policiais penais da Unidade Penal Barra da Grota”, ressaltou a autoridade policial.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.