Local de trabalho

Detento é flagrado fumando maconha dentro de cadeia e perde benefício

O detento poderá ficar definitivamente fora de projeto que reduz pena. O caso foi na cadeia de Araguatins.

Por Redação 523
Comentários (0)

18/03/2019 16h31 - Atualizado há 5 anos
Objetos encontrados com o detento

O detento Estênio Gomes da Silva foi flagrado fumando maconha no local de trabalho e perdeu o direito de participar de um projeto de plantio de hortaliças desenvolvido na prisão.

Ele cumpre pena na Cadeia Pública de Araguatins, norte do Estado, e foi selecionado juntamente com outros sete presos para participar do projeto desenvolvido pela Secretaria de Estado de Cidadania e Justiça (Seciju) em parceria com o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) desde fevereiro de 2018.

O flagrante ocorreu na sexta-feira (15) e Estênio Gomes foi conduzido para a delegacia da cidade para registro da ocorrência. Já nesta segunda-feira (18), a direção da Cadeia instaurou um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar a conduta. Enquanto isso, ele segue afastado do projeto por quebra de confiança.

Dependendo do resultado do projeto, o detento poderá ser afastado definitivamente da horta. “Ficamos muito triste com essa situação, pois criamos um espaço para dar ao reeducando a oportunidade de ocupar a cabeça, remir a pena e ter maior liberdade de locomoção”, lamentou o chefe de segurança da cadeia, Adenilson Barros.

O projeto

Com o projeto, os reeducandos desenvolvem habilidades, capacitam-se para o manejo de hortaliças, têm uma atividade laboral, podem remir a pena por trabalho e socializam com outros reeducandos e servidores do sistema.

Além disso, a qualidade da alimentação é melhorada, pois grande parte das hortaliças, verduras e legumes são consumidas na própria unidade e o excedente, vendido à comunidade de Araguatins na própria cadeia ou na feira da cidade.

O chefe de segurança explicou que uma parte do dinheiro arrecadado com as vendas é destinada para a manutenção do projeto para a compra de insumos, sementes e equipamentos. Já a outra parte é revestida em melhorias estruturais da cadeia de forma a proporcionar mais conforto aos reeducandos e maior segurança para a sociedade.

Horta na cadeia

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.