Tribunal do Júri

Dos 4 acusados de matar filho de vereadora apenas um é condenado; outros 3 são absolvidos

Vítima foi espancada e morta com golpe de faca após cavalgada de Paraíso

Por Conteúdo AF Notícias 1.223
Comentários (0)

02/03/2024 09h34 - Atualizado há 2 meses
Micael foi espancado até a morte no meio da multidão

Notícias do Tocantins - O julgamento dos quatros acusados de matar o jovem Michel Wanderley Abreu, de 19 anos, no ano de 2022, após a cavalgada na cidade de Paraíso do Tocantins, terminou por volta das 20h desta sexta-feira (01/03), com a condenação de apenas um réu e absolvição dos outros três acusados.

Segundo a família do jovem assassinato, apenas o acusado Willian Rodrigues Peres, de 22 anos pegou uma pena de 13 anos de prisão em regime fechado e terá que pagar uma multa de R$ 40 mil de indenização para a mãe da vítima.

Também estavam sendo julgados pelo crime, Felipe Rocha Lacerda, 22 anos, Renilton Barros Rodrigues, 21 anos e Gabriel Barbosa Oliveira de 22 anos, que foram absolvidos por faltas de provas suficientes para condenação.

O crime

A vítima Michel Wanderley Abreu, de 19 anos, é filho da vereadora Regiane Abreu, do município de Abreulândia.

As investigações da Polícia Civil apontaram que a vítima se desentendeu com os autores. O motivo teria sido a derrubada de uma caixa térmica. O grupo se reuniu e decidiu assassinar o jovem.

Imagens registradas pela população mostram a briga envolvendo vários rapazes, com agressões e arremesso de objetos. Michael Abreu chegou a correr ensanguentado, mas caiu do outro lado da rua. O corpo do jovem apresentava perfurações e uma lesão no rosto. Foram encontradas uma faca e uma pedra no local do crime. 

Quatro acusados durante julgamento

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.