Ano eleitoral

Eleitor é preso em flagrante ao tentar transferir o título usando comprovante de endereço falso

Ele pagou fiança e vai responder ao processo em liberdade.

Por Redação 1.460
Comentários (0)

16/04/2024 17h04 - Atualizado há 1 mês
Prisão ocorreu em Maurilândia

Notícias do Tocantins - Um jovem de 22 anos foi preso, na manhã desta terça-feira (16), após apresentar um comprovante de endereço falso na tentativa de mudar o domicílio eleitoral de Tocantinópolis para Maurilândia, no Bico do Papagaio.

Conforme o delegado Antônio Bandeira, o servidor da Justiça Eleitoral percebeu a tentativa de fraude e apresentou o eleitor na 17ª Delegacia de Polícia de Itaguatins.

Diante dos fatos, a autoridade policial determinou que o preso fosse conduzido ao município de Araguatins para autuação em flagrante delito pelo crime previsto no artigo 289 do Código Eleitoral (inscrição fraudulenta de eleitor).

Ainda de acordo com o delegado Antônio Bandeira, o jovem teria falado de maneira informal que o próprio irmão, morador de Maurilândia, teria o induzido ao crime, inclusive fornecendo o comprovante falso. O autor pagou fiança de dois salários mínimos e vai responder ao processo em liberdade. 

Para o delegado Antônio Bandeira, trata-se de um crime grave, onde o autor tentava mudar seu domicílio eleitoral com comprovante falso.

“Após nos depararmos com essa situação, que estava tentando ser concretizada em um ano eleitoral, vamos rever algumas inscrições de troca de domicílio eleitoral que apresenta alguma suspeita para nos certificarmos de que todos os procedimentos legais foram observados como rege a Justiça Eleitoral”, pontuou o delegado. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.