Distrito de Porto

Fábrica clandestina armazenava queijos perto de chiqueiro de porcos e usava etiqueta falsa no Tocantins

A polícia disse que chegou ao local após uma denúncia anônima. Só um caseiro foi encontrado no local.

Por Redação 2.319
Comentários (0)

07/02/2020 10h00 - Atualizado há 4 anos
O armazenamento dos produtos era próximo ao chiqueiro de porcos

Uma fábrica clandestina de queijos foi fechada pela Polícia Militar no Setor Canto Grande, em Luzimangues, distrito de Porto Nacional, na noite desta quinta-feira (06).

Segundo a PM, o local tinha infraestrutura precária para a produção de queijos, os produtos eram armazenados próximo ao chiqueiro de porcos e embalados e registrados com etiquetas do estado de Goiás.

A polícia disse que chegou ao local após uma denúncia anônima informar que havia grande movimentação de caminhões descarregando materiais no local.

A equipe encontrou dois caminhões com as chaves na ignição na fábrica clandestina e verificou-se as instalações eram inapropriadas e sem higiene.

Anda conforme a PM, a única pessoa encontrada no local foi um caseiro. Ele disse que cuida somente dos porcos e galinhas, tem contato com uma pessoa de Palmas e não conhece o dono da propriedade, mas sabe que ele reside no estado do Pará.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), a perícia e a Adapec estiveram no local para as devidas notificações e recolhimentos dos produtos. Os caminhões e os queijos foram recolhidos e entregues na delegacia de Polícia Civil.

Local onde se produzia queijos
Fábrica clandestina de queijos
Produtos fabricados no local

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.