Em Miracema

Fazendeiro é preso enquanto ateava fogo às margens da BR-153; fumaça prejudicou trânsito

PRF constatou que ele não tinha autorização do DNIT.

Por Redação 1.450
Comentários (0)

10/06/2022 10h20 - Atualizado há 1 ano
PRF prendeu um homem que ateou fogo às margens da BR-153;

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um fazendeiro de 58 anos que estava ateando fogo na vegetação seca às margens da BR-153, em Miracema do Tocantins, região central do estado.

O homem alegou que estaria fazendo um 'fogo administrado' e que teria condições de controlá-lo, porém, não tinha autorização do DNIT para realizar tal procedimento em área federal.

Conforme a PRF, durante fiscalização de trânsito na rodovia, a equipe foi informada por agentes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e por um dos motoristas abordados, sobre um incêndio na altura do km 425. 

A equipe, então, deslocou-se até o local, onde presenciou alguns focos de incêndio e uma densa nuvem de fumaça que atrapalhava a visão dos condutores. Logo em seguida, a PRF identificou no local um homem de 58 anos que informou ser proprietário da fazenda que ficava às margens da rodovia. 

O fazendeiro alegou que por não existir outros meios eficazes para a retirada da vegetação, decidiu atear fogo a fim de evitar uma possível queimada descontrolada, de maiores proporções, em sua fazenda. Ele disse ainda que tinha formas de "controlar" o fogo, mas não teria solicitado autorização do DNIT para realizar qualquer tipo de intervenção na faixa de domínio da União.

Diante do ocorrido, o fazendeiro foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Miracema e autuado pelo crime previsto no artigo 41 da Lei de Crimes Ambientais.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.