Sul do Estado

Homem escala torre e tira a própria vida em Gurupi; veja como evitar pensamentos suicidas

A vítima estava hospedada em um hotel da cidade.

Por Márcia Costa 3.150
Comentários (0)

02/12/2020 16h05 - Atualizado há 1 mês

Um homem de 34 anos subiu em uma torre de telefonia em Gurupi, sul do estado, e tirou a própria vida, na manhã desta quarta-feira (2). O caso aconteceu na Avenida Maranhão. A vítima foi identificada como Eduardo Gomes Baur

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o corpo estava pendurado a uma altura de aproximadamente 50 metros. A equipe precisou utilizar equipamentos específicos de resgate nas alturas para fazer a remoção do corpo.

Populares disseram que o homem é de São Paulo e estava hospedado em um hotel da cidade. Ele ainda teria encaminhado a sua localização para para um amigo e informado que iria cometer suicídio. 

Como combater pensamentos suicidas

Cultive bons hábitos

Quando se sentir sem esperança, procure o que há de bom em sua vida. Coisas singelas como ter uma cama para dormir ou comida para se alimentar.

Pequenos detalhes que deixamos escapar em meio ao estresse da vida diária. Em vez de escutar os pensamentos autodestrutivos, seja mais otimistas e agradeça por tudo o que tem.

Outros Hábitos positivos que você pode, aos poucos, inserir em sua vida são:

  • exercícios rotineiros — se não gostar de atividades físicas, tente caminhar por 30 minutos;

  • escreva todas as suas conquistas e as relembre constantemente — isso pode soar arrogante, mas é sempre bom estarmos cientes de nossa capacidade. Inclua até mesmo pequenas vitórias. 

  • Durma mais cedo;

  • Saia de casa — não importa para onde ou com quem, somente reserve horários em sua semana para deixar o conforto do lar. De preferência, faça algo que goste muito e deixe sua mente descansar por alguns minutos; 

  • doe seu tempo para ajudar alguém — pode ser um voluntário em uma ONG ou instituição local, ou pela internet mesmo. Ajudar o próximo é uma ótima maneira para entrar em contato com outras histórias de vida e expandir nossos horizontes. O voluntariado também nos dá um propósito, especialmente quando estamos temporariamente desempregados ou sem atividades.

  • trabalhe em sua autoestima — isso mesmo.  Autoestima elevada é a consequência de exercícios constantes. Liste suas qualidades. Lembre-se dos elogios já feitos a você. Se você possui traços que não lhe agradam, não se acanhe e mude-os. 

Cada novo hábito deve ser integrado à sua vida em um ritmo confortável para você. Se não gostou das sugestões, procure atividades que lhe deem prazer.

Compartilhe seus problemas

Ao contrário do que se acostuma pensar, guardar o que sentimos dentro de nós é prejudicial. Tentamos parecer fortes para os demais e nos esquecemos de cuidar de nós mesmos.

Desabafar com pessoas de confiança não traz apenas um sentimento positivo, mas também nos auxilia a enxergar o que antes estava invisível para nós. 

Os pensamentos suicidas podem nos fazer sentir que ninguém se importa conosco ou que não somos amados. Em nossa vida, porém, há dezenas de pessoas que podem nos ajudar em momentos de tristeza ou  desespero.

Essa interpretação pessimista é criada por nós mesmos. As pessoas raramente têm consciência do que sentimos. Ou seja, precisamos comunicá-las de alguma forma. 

Se você não se sentir à vontade para se abrir ou realmente não tiver ninguém de confiança por perto atualmente, pode recorrer ao  aconselhamento-online ou grupos de apoio.

Ações como as do Setembro Amarelo também são uma boa ideia para quem precisa de auxílio, já que têm como objetivo ajudar a busca de ajuda para esse problema, além de conscientizar não só você, mas também quem está a à sua volta a respeito da questão do suicídio.

Procure ajuda profissional

Para encontrarmos paz em nossas vidas, precisamos identificar os fatores que nos roubam o prazer de viver. Os problemas atuais estão, quase sempre, relacionados aos acontecimentos do passado, especialmente a   lembranças da nossa infância. 

Sozinhos, podemos fazer somente uma parte do trabalho de descoberta. Porém, para termos certeza, é preciso conversar com um psicólogo.

Além disso, o trabalho do profissional é nos ajudar a ter uma vida mais saudável e condizente com nossos desejos, objetivos e interesses.

Todos os aspectos negativos são, então, analisados e erradicados ao longo do tratamento psicológico. Assim que perceber os pensamentos suicidas, procure ajuda o mais breve possível. 

(Com dicas da Vittude)

Torre de telefonia onde o corpo foi encontrado

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.