Em Paraíso

Idosas eram agredidas e comiam até manga com água para matar a fome no Tocantins; irmão é preso

O irmão tem 66 anos e foi autuado em flagrante por maus-tratos.

Por Redação 2.863
Comentários (0)

23/01/2021 10h56 - Atualizado há 1 mês
Caso foi registrado em Paraíso do Tocantins

Um idoso de 66 anos suspeito de maus-tratos contra suas duas irmãs, de 68 e 72 anos, foi preso nesta sexta-feira (22). As duas mulheres possuem necessidades especiais.

Conforme o delegado-chefe da 6ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (6ª DEAM-V), José Antônio da Silva, a prisão do suspeito aconteceu em flagrante delito e foi possível após investigações realizadas a partir de uma denúncia anônima encaminhada à unidade. A ação teve o apoio da equipe plantonista da 9ª Central de Atendimento da Polícia Civil.

Segundo o delegado José Antônio, as duas senhoras estariam sendo submetidas a situações desumanas e degradantes em uma residência localizada no centro da cidade de Paraíso do Tocantins.

O delegado também informou que, durante a prisão do suspeito, os policiais civis constataram a veracidade dos relatos e das investigações já realizadas. Na residência, os agentes confirmaram que o suposto autor utilizava o dinheiro que as idosas recebiam, a título de benefícios previdenciários, para fins particulares, deixando-as até mesmo sem alimentação e em estado de miserabilidade e total falta de higiene.

Os policiais civis também descobriram que o autor agredia as vítimas quando elas reclamavam de qualquer coisa. As duas idosas confidenciaram aos policiais que, em determinados momentos, comiam manga com água para matar a fome, uma vez que o suposto autor se negava a fornecer alimentação para elas.

Por meio de buscas efetuadas no imóvel, os agentes localizaram e apreenderam uma motocicleta que o autor teria, supostamente, adquirido com o dinheiro dos benefícios das irmãs. Os policiais civis também apreenderam mais de R$ 300 em poder do homem e os dois cartões bancários das irmãs que estavam com ele.

Ainda conforme José Antônio, ao ser ouvido, o idoso negou a autoria dos fatos e disse que as irmãs eram cuidadas por outra senhora, a qual adoeceu e que há cerca de um ano ele assumiu a responsabilidade de cuidar das mulheres. 

No entanto, ele foi autuado em flagrante por maus-tratos e, logo após a realização das providências legais cabíveis, encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Paraíso.

O delegado José Antônio afirmou estar chocado e consternado com a situação deplorável em que as idosas foram encontradas. “Muito triste o que presenciamos. Percebemos que o investigado preso não tem empatia e nem se importa com o sofrimento e as privações das necessidades básicas de suas irmãs e que, além disso, ainda tomava posse da renda mensal que ambas possuem”, ressaltou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.