Norte do Estado

Incêndio destrói casa e famílias são ameaçadas por pistoleiros em área de conflito

Na última sexta (19/10), um empresário chegou no local na companhia de pistoleiros

Por Márcia Costa 2.696
Comentários (0)

21/10/2018 22h36 - Atualizado há 1 ano
Assentados suspeitam de incêndio criminoso

Uma residência foi destruída por um incêndio no Assentamento Gleba do Tauá, município de Barra do Ouro, na manhã de sábado (20). Moradores relataram que o proprietário tinha saído com a esposa e seus dois filhos e ao retornar já encontrou a casa tomada pelo fogo.

Móveis, roupas e até os materiais escolares das crianças foram destruídos. Os assentados acreditam que o incêndio pode ter sido criminoso por causa de um conflito agrário que existe na área. A Polícia Militar foi acionada.

Segundo o representante dos trabalhadores, Valdineis Pereira, outras situações incomuns já aconteceram, a exemplo do roubo de plantações.

A área de 17,7 mil hectares pertence à União e vivem no local cerca de 60 famílias. O INCRA criou a área do assentamento, por meio de portarias, porém restam algumas etapas para legalizar a terra e entregar os títulos aos moradores.

Os trabalhadores rurais também relataram ameaças e intimidações de pistoleiros que seriam contratados por um fazendeiro da região.

Na última sexta (19/10), um empresário chegou no local na companhia de pistoleiros e com maquinário para degradar a terra, mas sem nenhuma autorização legal. Os produtores rurais teriam tentado impedir, mas os pistoleiros reagiram efetuando tiros. O caso foi denunciado à polícia.

Pistoleiros teriam ameaçado os trabalhadores rurais

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.