Araguaína

Jovem pode ter sido morto por engano em guerra entre facções; DHPP prende um dos suspeitos

Homem tentou resistir à prisão, mas acabou se entregando.

Por Redação 2.146
Comentários (0)

20/05/2024 07h57 - Atualizado há 3 semanas
Polícia suspeita que Marcos Vinícius foi morto por engano

Notícias do Tocantins - As equipes da 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Araguaína (DHPP) prenderam, no último sábado (18/5), um homem suspeito de ser um dos autores do homicídio do jovem Marcos Vinícius Santos Ribeiro, de 28 anos, ocorrido no setor Entroncamento no dia 11 de maio deste ano. 

O delegado Breno Eduardo Campos Alves conta que os policiais civis foram cumprir mandado de busca e apreensão domiciliar na casa do suspeito, setor Jardim Boa Sorte, quando o homem reagiu e atirou. “Foi feito um cerco, houve negociação e posteriormente ele se rendeu, jogou a arma e saiu com as mãos para cima. Então foi devidamente preso pela tentativa de homicídio contra a equipe de policiais”, explicou. 

Ainda segundo o delegado, a linha investigativa aponta que o homem teria sido um dos dois autores que teriam ido até o setor Entrocamento para alvejar um indivíduo da facção rival, mas acabaram acertando outra vítima por engano. “A motivação teria sido em razão da guerra de facções. Esse suspeito é faccionado e trabalhamos com a linha de que acabaram acertando a vítima por engano”, informou o delegado.

De acordo com a autoridade policial, o homem é foragido do Estado do Pará, onde estava cumprindo pena por outros crimes, pendendo contra ele um mandado de prisão, o qual também foi cumprido neste sábado. 

As investigações prosseguem na tentativa de localizar o outro indivíduo que também participou do crime.

ENTENDA

O jovem Marcos Vinícius Santos Ribeiro, de 28 anos, foi executado com um disparo de arma de fogo enquanto estava num bar na companhia de amigos, na noite do último sábado (11/05). O estabelecimento fica localizado na Rua 14 de Dezembro, Setor Entroncamento, em Araguaína.

Segundo testemunhas, Marcos Vinicius estava sentado ao lado de um homem e de duas mulheres quando o autor chegou com uma arma de fogo em punho e efetuou vários disparos contra ele. Os tiros também atingiram o ombro e o braço do homem de 31 anos, que conseguiu sair correndo.

O autor dos disparos fugiu logo em seguida e ainda não foi identificado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.