Tocantins

Justiça condena homem que matou namorado da ex por ciúmes a 13 anos de prisão

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

03/04/2018 11h22 - Atualizado há 1 mês
O operador de máquinas Deraldino Melquíades Monteiro, de 46 anos, foi condenado a 13 anos de prisão pela morte do lavrador Adevaldo Alves Pereira. A condenação foi proferida nessa segunda-feira (02). O tribunal do júri considerou que o crime ocorreu por motivo torpe, já que teria sido motivado por uma desavença entre os dois envolvidos por causa do relacionamento amoroso que a vítima mantinha com a ex-namorada de Deraldino. O crime aconteceu na frente de um bar no setor Padre Luzo, em Porto Nacional. Deraldino matou Adevaldo com um golpe de faca no pescoço. Segundo a denúncia, o acusado agiu de surpresa, por ciúmes, quando a vítima e a namorada se encontravam no estabelecimento, o que tirou todas as possibilidades de defesa. O acusado confessou o crime. A pena de Deraldino será cumprida inicialmente em regime fechado. Apesar de considerar o fato do acusado ser primário e não existirem indícios de conduta negativa em outras ocasiões, o magistrado também ponderou as circunstâncias em que ocorreu o crime. “Merece reprovação maior do que a já estabelecida na pena base, já que o acusado desferiu golpe de faca no pescoço da vítima, de surpresa, sem menor sentimento de piedade, destruindo a vida de uma pessoa totalmente indefesa. Com isso, o acusado demonstrou agressividade além do normal”, afirmou o juiz em suas considerações.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.