Araguatins

Justiça decreta prisão de vereador no Tocantins por descumprir medidas da Lei Maria da Penha

Como as medidas estavam sendo descumpridas, a polícia representou para prisão.

Por Redação 1.471
Comentários (0)

09/07/2019 10h40 - Atualizado há 4 meses
Vereador Irmão Azevedo (PSC)

O vereador de Araguatins, José Azevedo de Oliveira, mais conhecido como Irmão Azevedo (PSC), de 47 anos, teve a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (8) por descumprir medidas protetivas impostas pela justiça em relação a uma mulher com quem mantinha relacionamento amoroso.

A vítima denunciou à Polícia Civil que teria sido agredida várias vezes pelo parlamentar. Por isso, a justiça determinou que o vereador não mantivesse nenhum tipo de contato com a mulher e nem se aproximasse dela.

Como as medidas estavam sendo descumpridas, a polícia representou para prisão preventiva do parlamentar. A decisão é da juíza Nely Alves da Cruz, da Comarca de Araguatins, norte do Estado, 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.