Araguatins

Laticínio clandestino que distribuía queijos para padarias e lanchonetes é interditado

O local foi interditado e proprietário multado em R$ 5 mil.

Por Redação 2.388
Comentários (0)

07/02/2019 09h33 - Atualizado há 2 anos
O local foi interditado

Após uma denúncia anônima, foram apreendidos e destruídos 660 quilos de queijos em um laticínio clandestino localizado no município de Araguatins, na região norte do Estado.

A ação foi realizada na manhã dessa quarta-feira (06) entre a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) e a Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic).

Os produtos irregulares eram vendidos em supermercados, padarias, lanchonetes e feiras livres de Araguatins e cidades circunvizinhas.

Na inspeção, fiscais da Adapec confirmaram que o estabelecimento não possuía as licenças de funcionamento e nem registro no serviço de inspeção oficial.

No local foi identificada a produção de queijos tipo mussarela, coalho e provolone, no entanto, o ambiente de produção não possuía condições higiênicas-sanitárias mínimas para produção de alimentos.

Segundo a Adapec, o local era utilizado também como residência pelo proprietário e família. Ele foi autuado no valor de R$ 5 mil e o local foi interditado.

Os ficais flagraram queijos espalhados em diversos cômodos, tanto refrigerados em frízeres, como expostos em temperatura ambiente e até queijos em avançado estado de putrefação junto com produtos recém fabricados.

O estabelecimento também não possuía equipamento pasteurizador ou local para realização de processo compatível, não tendo os produtos garantia de segurança microbiológica para consumo.

Conforme a Adapec, a equipe não identificou procedimentos para controle de pragas do ambiente, sendo identificada a presença de moscas.

Os produtos foram destruídos no aterro sanitário de Araguatins na tarde desta quarta-feira.

Queijo podre

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.