Criança de 2 anos

Mãe diz que criança morreu após convulsão e nega qualquer tipo de violência

O Conselho Tutelar havia recebido várias denúncias e acompanhava a criança.

Por Márcia Costa 6.007
Comentários (0)

22/05/2019 16h00 - Atualizado há 3 semanas
Polícia Civil está investigando o caso

A mãe do pequeno Keven Rodrigues do Nascimento afirmou ao AF Notícias que a criança morreu após sofrer uma convulsão. O menino de apenas dois anos e dez meses estava internado na UTI do Hospital Municipal de Araguaína e faleceu na madrugada desta quarta-feira (22). 

A equipe médica suspeita que ele tenha sido vítima de maus tratos e violência sexual. Porém, a mãe nega qualquer tipo de violência. Segundo ela, o filho estava brincando com a irmã quando caiu no chão se tremendo.

"Eu estava lavando louças quando ouvi os gritos dele caído no chão, se batendo e tremendo. Chamei o táxi e levei na UPA. Lá disseram que iam mandar para o Regional porque não estava batendo o Raio-X. Fiquei sabendo pelos policiais que ele tinha sido violentado", contou.

A mãe disse ainda não ter notado nada de diferente no filho após ele ter chegado da creche.

"O Keven estava pedindo muita água, mas fora isso, estava tudo bem. No hospital foram trocar ele e notaram uma baba no cocô, estavam suspeitando de sêmen, mas acho que isso não vem ao caso", declarou a mãe.

Apesar da declaração da mãe, segundo o relatório do hospital, a criança deu entrada na unidade com marcas de maus tratos, como um corte na cabeça, queimadura na boca e outros hematomas pelo corpo. Uma substância com aparência de sêmen foi encontrada nas partes íntimas do menino e será periciada.

Os pais já foram ouvidos na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e a investigação está sob sigilo. 

O Conselho Tutelar mostrou à reportagem uma pasta com todo o histórico de várias denúncias relacionadas à criança. Keven chegou a ser retirado dos pais nos primeiros meses de vida e passou um tempo na Casa de Acolhimento, mas por determinação judicial voltou a morar novamente com o pai, a mãe e a irmã.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.