Atraso salarial

Motoristas do transporte público de Araguaína cruzam os braços por mais de 9 horas

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

08/08/2017 14h45 - Atualizado há 1 mês
Márcia Costa//AF Notícias Os motoristas do transporte público coletivo em Araguaína ficaram de braços cruzados durante horas nesta terça-feira (08) por causa de atraso salarial referente ao mês de julho. A empresa informou que já efetuou o pagamento, por volta das 15 horas, e os motoristas retornaram ao trabalho. A paralisação começou pela manhã e durou cerca de 9 horas. O pagamento deveria ter sido efetuado pela Passaredo LTDA em 1º de agosto ou até no 5° dia útil, que foi na segunda-feira (07). Com o atraso de um dia, todos os ônibus ficaram parados por várias horas em frente ao Terminal da Praça das Bandeiras, no centro. Os usuários afetados com a paralisação se socorreram ao transporte clandestino. "A única opção que estou encontrando é voltar para casa com os clandestinos. O dinheiro que trouxe comigo é muito pouco e quando cheguei aqui estava essa fila enorme. Tomara que a empresa pague logo esses motoristas", disse a dona de casa Maria Santana. Já Luzia afirmou que fica difícil para quem depende do transporte coletivo. "Eu não gosto de pegar o transporte clandestino, pois me sinto insegura. Mas é a forma que eu tenho", afirmou. Matéria atualizada às 15h30min.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.