Latrocínio

Mulher de 63 anos é morta a facadas após ter casa invadida por ladrão durante a noite

Autor foi preso após deixar a carteira com os documentos na casa da vítima.

Por Márcia Costa | Conteúdo AF Notícias 9.060
Comentários (0)

03/12/2021 10h54 - Atualizado há 1 mês
Maria Pinheiro da Silva tinha 63

Uma idosa de 63 anos foi morta com vários golpes de faca após ter a casa invadida por um criminoso na noite desta quinta-feira (2/12). O caso aconteceu na Rua Joel Camilo, no centro de Colinas do Tocantins. A suspeita é de latrocínio, roubo seguido de morte.

Na noite do crime, a Polícia Militar disse que recebeu um chamado de um morador vizinho da vítima informando sobre uma movimentação estranha em frente à sua residência. O suspeito chegou a tocar a campainha e bater no portão, mas não disse quem era.

O morador também ouviu o barulho de uma pessoa pulando o muro e de algo caindo. Quando os policiais chegaram ao local, entraram em algumas residências, terrenos baldios e receberam a informação de que o criminoso estava dentro de uma residência.

Nesta casa, a polícia encontrou a idosa Maria Pinheiro da Silva, de 63 anos, aparentemente já morta, com golpes de faca, deitada no quarto e com um grande sangramento na região do pescoço.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, tentou reanimá-la e a socorreu até o Hospital  Municipal de Colinas, onde o óbito foi confirmado.

Segundo a delegada Olodes Maria Oliveira Freitas, o suspeito adentrou na residência da vítima por volta das 23 horas com intuito de subtrair objetos. “Nesta ocasião,  a vítima acordou e tentou gritar. Daí, para não ser descoberto e reconhecido, o suspeito desferiu oito facadas na vítima, a qual infelizmente foi a óbito”, informou a delegada.

A polícia encontrou no local do crime uma faca e uma carteira com os documentos pessoais do suposto autor. A idosa sofreu pelo menos seis perfurações no pescoço e uma no tórax. A cerca elétrica da residência da vítima foi danificada e havia um boné azul.

O suspeito do latrocínio tem 21 anos e foi localizado 2 horas depois do crime. Ele estava escondido na casa de sua mãe, onde morava, no bairro Santo Antônio. Ainda de acordo com informações da delegada, o suspeito foi flagrado com o aparelho celular da vítima e confessou o crime.

Vítima foi morta com cerca de 8 facadas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.