Tocantins

Novos delegados de Polícia Civil do Tocantins devem tomar posse nesta semana

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

23/01/2018 17h18 - Atualizado há 1 semana
O presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Tocantins, Mozart Felix, e o vice-presidente, Ibanez Ayres, participaram de uma reunião com representantes da comissão dos aprovados no último concurso para delegado de Polícia Civil, que ocorreu em 2014. O encontro foi realizado na manhã de segunda-feira (22) na sede do Sindepol. A reivindicação apresentada é quanto ao apoio para a nomeação efetiva dos aprovados no certame. Do total de 128 delegados aprovados no último concurso, apenas 69 tomaram posse e outros 47 aguardam nomeação. Todos já fizeram academia de polícia e já estão aptos para tomar posse.  O Governo do Estado afirmou na última semana que 16 novos delegados deverão ser nomeados ainda neste mês, promessa ainda de dezembro de 2017. No entanto, mesmo com as novas nomeações o quadro ainda ficará incompleto. Para o representante da comissão dos aprovados no concurso para delegado de Polícia Civil, Enio Walcácer, a expectativa é que todos tomem posse, pois, segundo ele, o Governo do Estado tem plenas condições. "De acordo com o portal da transparência, atualmente, mais de 20 mil pessoas estão em cargos comissionados no Tocantins, ou seja, o Governo alega não ter orçamento para nomear os aprovados, mas com frequência saem novas nomeações de cargos comissionados no diário oficial”, questiona o aprovado. Segundo o Sindepol, o Estado do Tocantins conta hoje com 220 unidades operacionais da Polícia Civil e apenas 172 delegados na ativa, o déficit é de mais de 72 delegados. A lei prevê um quadro com 244 delegados de Polícia no Estado. Esse quadro permanece inalterado desde 1994 e não condiz com a realidade atual do Tocantins. Assim, seriam necessários, no mínimo, 280 delegados para ter apenas 01 delegado em cada unidade. Ainda que o quadro de 244 estivesse completo haveria necessidade de acumulação de atividades. Para Mozart Felix, presidente do sindicato, o Governo do Estado deveria observar a melhoria significativa que houve após a entrada dos 67 novos delegados no interior. "Cito, como exemplo, a cidade de Araguaína, que teve a diminuição no número da criminalidade. Dessa forma, acredito que esgotando essa lista de aprovados a população terá mais segurança ”, afirmou. O concurso da Policia Civil do Tocantins já se arrasta durante 4 anos.

Comentários (0)

Mais Notícias

Em Araguaína

PM prende suspeito de invadir conveniência pelo telhado para furtar cerveja

Policiais faziam patrulhamento nas proximidades e notaram o suspeito saindo do estabelecimento com sacos plásticos.

Tocantins

Adolescentes injetam dinheiro falso no comércio e são apreendidos com R$ 2 mil

Os menores de idade ainda estavam com várias peças de roupas adquiridas com o dinheiro falso.

Norte do Estado

Criminosos armados invadem fazenda, mas são capturados durante a fuga pela PM

Os suspeitos, um de 23, outro de 30 e um adolescente de 17 anos, foram detidos no momento em que fugiam.

Violência

Homem é executado a tiros enquanto andava de bicicleta pelas ruas de Araguaína

A polícia afirmou que o homem era usuário de drogas e morreu ainda no local onde foi alvejado pelos disparos.

Em Araguaína

Presos que simularam suicídio ao matar colega de cela são condenados a 20 anos

O crime ocorreu em novembro de 2014. Os condenados ainda tentaram simular que a vítima havia cometido suicídio.

Homicídio

Homem é executado a tiros no meio da rua no setor Planalto em Araguaína

A vítima seria conhecida como ‘Malaia’, mas ainda não teve a identidade confirmada.

Justiça

Homem que furtou dois desodorantes não responderá por crime no Tocantins

Os funcionários do supermercado perceberam a ação e perseguiram o suspeito.

Crime bárbaro

Pai e filho são carbonizados e mãe degolada na própria chácara no Tocantins

A polícia investiga se o caso é um homicídio ou latrocínio. O carro da família também foi queimado.

Jogo de sinuca

Aposta em bar termina em confusão e homem baleado na cabeça no norte do Estado

Os dois discutiram, o autor atirou na cabeça da vítima e tentou fugir, mas foi encontrado nas proximidades do bar.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.