Tocantins

OAB fecha falso escritório de advocacia no TO após desconfiar de divulgação

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

25/10/2016 14h49 - Atualizado há 1 mês
Após atuação da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Dianópolis (TO), um falso escritório de advocacia foi fechado na cidade. O suposto responsável pelo exercício ilegal da profissão começou a ser investigado pela polícia e já tinha audiência criminal marcada para o mês de novembro. Conforme o presidente da OAB de Dianópolis, Hamurab Ribeiro Diniz, o suposto escritório de Antônio Oliveira, que se intitulava advogado, foi instalado na Rua 7 de Setembro, a principal da cidade. No entanto, nem no local e nem no panfleto distribuído por toda a cidade havia qualquer menção ao número de inscrição da OAB, o que é obrigatório. Desconfiados, o presidente da OAB de Dianópolis e o membro do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da OAB-TO, Eduardo Calheiros Bigeli, ligaram para o telefone anunciado e interpelaram o suposto advogado. “O próprio Antônio Oliveira, que foi como ele se identificou no telefone e nos panfletos, disse que não tinha OAB”, ressaltou Hamurab, ao destacar que a mesma resposta foi repassada pelo suspeito ao delegado de polícia. Tendo em vista esta situação, os dois advogados registraram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). A Justiça já marcou para o dia 22 de novembro a audiência no Juizado Especial Criminal. O acusado pode responder por crime de exercício ilegal da profissão, além de outros delitos. (Ascom - OAB).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.