Em 2018

Polícia captura integrante de facção criminosa que executou rival após morte de esposa com 15 tiros

O homem foi preso em Cariri do Tocantins nesta sexta-feira, 25, e deve ser recambiado para a capital.

Por Redação 1.898
Comentários (0)

25/10/2019 18h25 - Atualizado há 10 meses
Polícia suspeita de 'acerto de contas'

Um homem de 27 anos apontado como o principal suspeito de matar Jesse Walisson Silva Miranda em dezembro de 2018, em Palmas, foi preso nesta sexta-feira (25), em Cariri do Tocantins.

De acordo com o delegado Guido Camilo Ribeiro, as investigações da Polícia Civil apontaram que na época do crime havia uma guerra declarada entre duas facções criminosas que resultou na morte de vários integrantes dos dois lados.

Ainda segundo o delegado, o homem preso nesta sexta-feira integrava uma das facções e matou Jesse em retaliação à execução de sua esposa, que supostamente teria sido morta por integrantes da organização criminosa ligada a Jesse com cerca de 15 tiros poucos dias antes.

As investigações também revelaram que o acerto de contas se deu poucos dias após o homem de 27 anos deixar a cadeia onde cumpria pena por roubo. No dia do crime, ele invadiu a casa de Jesse e efetuou um disparo no rosto da vítima, que morreu ainda no local.

Segundo a Polícia Civil, o preso possui outras passagens e deverá ser recambiado para Palmas.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.