Tocantins

Preso em flagrante por furto vai prestar serviços comunitários em prefeitura do Tocantins por seis meses

Este tipo de acordo vem sendo utilizado como medida alternativa à prisão de infratores

Por Redação
Comentários (0)

08/11/2019 10h09 - Atualizado há 1 semana
Homem vai prestar serviços na Prefeitura de Pau D’Arco (TO)

Um homem preso em flagrante, no dia 1º de novembro, por furto de uma bateria de caminhão, prestará serviços à comunidade em Pau D’Arco. A proposta de não persecução penal, ou seja, de converter a prisão em prestação de serviços foi realizada pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO), durante a Audiência de Custódia, realizada três dias depois.

No acordo, o Promotor de Justiça de Arapoema, Caleb Melo especificou que pelo período de seis meses, o acusado deverá realizar oito horas de serviços semanais e perfazer um total de 180 horas na Prefeitura Municipal de Pau D’Arco. A proposta foi aceita pela defesa, ocasião em que o juiz de direito concedeu a liberdade provisória e expediu alvará de soltura.

Segundo o MPTO, este tipo de acordo vem sendo utilizado como medida alternativa à prisão de infratores, com bons antecedentes, em casos em que não há violência contra a pessoa, e tem beneficiado instituições e cidadãos no Tocantins.

No mês de setembro, acordos de não persecução penal resultaram na destinação uma máquina e equipamentos de emergência, no valor de R$ 25 mil, ao destacamento do Corpo de Bombeiros de Colinas do Tocantins.

A possibilidade de o Ministério Público propor ao investigado um acordo de não persecução penal está prevista no artigo 18 da Resolução CNMP nº 181/2017, que dispõe sobre instauração e tramitação do procedimento investigatório criminal a cargo do MP. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.