No Tocantins

Presos que cavaram buraco em cadeia são condenados por dano ao patrimônio

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

25/05/2018 15h30 - Atualizado há 1 semana
Dois presos que cavaram um buraco no banheiro da Cadeia Pública de Cristalândia para fugir foram condenados a seis meses de prisão cada um, além do pagamento de 30 dias-multa, nesta sexta-feira (25). Eles ainda estão presos na mesma cadeia e a condenação se refere aos danos praticados contra o patrimônio público. A decisão é do juiz Wellington Magalhães. Consta na denúncia que, em outubro de 2016, Irismar Conceição de Jesus e Wanderson Quirino dos Santos destruíram parte da laje do banheiro da cela onde estavam com o objetivo de saírem do local. Eles utilizaram um pedaço de ferro para fazer o buraco e, em seguida, pularam o muro da cadeia pública. Os dois foram flagrados por um policial militar que chegava ao local e recapturados. Em depoimento, os presos confessaram o ato. Em depoimento, Irismar alegou que o buraco foi pequeno e não destruiu a cela. "Gastamos um dia para cavar e deu um pouco de trabalho", relatou o preso. Ao julgar o caso, o juiz de direito titular da 1ª Escrivania Criminal de Cristalândia entendeu que "há provas suficientes de que os réus concorreram para a prática do delito descrito no artigo 163, do Código Penal (dano qualificado em detrimento do patrimônio público)".

Comentários (0)

Mais Notícias

Região norte

Polícia Civil prende principal suspeito de matar idoso a facadas em Xambioá

O idoso foi morto no dia 21 de julho e o suspeito tinha fugido para a cidade de São Geraldo do Araguaia, no Pará.

Acidente fatal

Mulher morre em colisão entre motocicleta e carro no centro de Araguaína

O acidente ocorreu na esquina da Avenida Castelo Branco com a rua Rui Barbosa. A mulher morreu na hora.

Em Araguaína

Em vídeo, mulher desmente boato que viralizou nas redes sociais em Araguaína

Um áudio afirmava que a mulher simulava pedir esmola para dois homens armados assaltar os moradores.

Crime bárbaro

Acusado de matar homem e comer fígado assado é condenado a 12 anos em Palmas

O crime ocorreu em agosto de 2011, na Colônia de Pescadores do Setor Taquari, nas proximidades do Lago de Palmas.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.