PM

Proprietário de estúdio de tatuagem clandestino é preso pela Polícia Militar em Araguaína

Outro homem também foi preso na ação com uma moto roubada.

Por Redação 1.689
Comentários (0)

01/04/2020 11h15 - Atualizado há 1 mês
Pé de maconha

Dois homens foram presos pela Polícia Militar em Araguaína, na manhã desta terça-feira (31), sendo um por receptação de motocicleta roubada e outro por crime ambiental e tráfico de drogas.

Uma equipe da PM fazia patrulhamento quando avistou uma moto estacionada na frente de uma residência no setor Palmas e decidiu consultar a placa, tendo sido constatado que o veículo tinha registro de roubo.

Com isso, os policiais abordaram o morador da residência e este apontou uma segunda pessoa que estava dentro da casa como sendo o responsável pela moto.

Com autorização do proprietário, os policiais entraram no imóvel, que também era usado clandestinamente para fazer tatuagens. Nas buscas, a equipe encontrou carne carne de animal silvestre (caititu), pé de maconha e uma pequena porção da mesma sustância.

Diante dos fatos, foi acionada uma equipe do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) para registrar a ocorrência de crime ambiental e a Vigilância Sanitária para inspecionar o local usado como estúdio de tatuagem.

Os dois homens, a motocicleta e os demais materiais apreendidos foram encaminhados à Central de Flagrantes para os procedimentos legais.

Moto recuperada

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.