Segurança Pública

Suposta extinção do GIRO deixa população de Araguaína apreensiva; Comando nega

Por Mara Santos
Comentários (0)

30/03/2016 16h17 - Atualizado há 1 mês
A suposta extinção do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva (GIRO) em Araguaína deixou a população apreensiva. A notícia surgiu depois que o Comandante Geral da Polícia Militar (PM) do Tocantins, Glauber de Oliveira Santos, determinou através da Portaria 181/2016, na última terça-feira (29/03), a transferência das equipes da Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE) para o 2º Batalhão da PM. Ao todo, foram 12 policiais transferidos. Na prática, a PM explica que a transferência significa apenas uma mudança administrativa. O GIRO em Araguaína deixa de integrar o 2º Pelotão da CIOE, com sede administrativa em Palmas, e passa a fazer parte do 2º BPM. A justificativa, segundo a portaria, é a necessidade de ajustes, com vistas à eficiência operacional e administrativa. O temor da população diante da suposta possibilidade de extinção do GIRO é um reconhecimento à importância do trabalho desenvolvido pela equipe, que atua com maior agilidade em ocorrências que envolvam principalmente infratores  que utilizam motocicletas para cometer crimes.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.