Nota de Pesar

Tenente morto por colega era casado com outra militar e tinha sete filhos; PM instaura inquérito

O tenente do 5º Batalhão de Porto Nacional era casado com outra militar da corporação e deixa sete filhos

Por Nielcem Fernandes 47.722
Comentários (0)

26/08/2019 15h50 - Atualizado há 2 anos
O corpo do militar está sendo velado nesse momento no Batalhão da Polícia Militar em Porto Nacional

O 2º Tenente da Polícia Militar do Tocantins Marcos Rogério Aires Manduca, 45 anos, que foi morto a tiro por um colega de farda durante a festa de comemoração ao Dia do Soldado em Porto Nacional, no domingo (25), era casado com outra militar e deixa sete filhos.

Em nota, o Comando Geral da PM destacou sua trajetória militar desde 1998, quando ingressou na corporação. Atualmente ele estava lotado no 5º Batalhão, em Porto.

Um inquérito militar foi instaurado para apurar o crime. O disparo foi efetuado pelo o 1º sargento Josino de Santana e Silva durante uma confusão na festa.

"O honrado policial militar era conhecedor de diversas doutrinas policiais militares e fazia parte do seleto grupo de caveiras policiais militares. Oficial dedicado e comprometido com a instituição, sempre alegre e disposto a ajudar os companheiros de farda nas diversas missões institucionais e pessoais”, diz a nota.

A nota é assinada pelo comandante-geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbos, que lamentou profundamente a perda do profissional exemplar e se solidarizou com familiares e amigos.

O corpo do militar está sendo velado no Batalhão de Porto Nacional e deve ser enterrado ainda nesta segunda-feira (26) no cemitério local.

NOTA DA POLÍCIA MILITAR

"A Instituição Policial Militar, com profundo pesar, informa o falecimento do 2º Ten QA Marcos Rogério Aires Manduca, 45 anos, neste domingo, 25, em Porto Nacional. O policial era casado com outra militar, subtenente QOS Izabel Alves da Silva Aires Manduca. Deixa 07 filhos. Ele ingressou na PM em 01/02/1998 como aluno soldado. Foi promovido em 2004 a Cabo, em 2011 a 1º Sargento, em 2015 a Subtenente e em 2019, após realização do CHOA, a 2º Tenente PM. Atualmente estava lotado no 5º Batalhão, em Porto Nacional. 

O honrado policial militar era conhecedor de diversas doutrinas policiais militares e fazia parte do seleto grupo de caveiras policiais militares.

Oficial dedicado e comprometido com a instituição, sempre alegre e disposto a ajudar os companheiros de farda nas diversas missões institucionais e pessoais.

O comandante-geral da PM, coronel Jaizon Veras Barbosa e a família policial militar do estado do Tocantins lamenta profundamente a perda do profissional exemplar e se solidariza com familiares e amigos.

Que Deus continue dando forças para confortar o coração de todos diante desta perda irreparável para a corporação.

Palmas -TO, 26 de agosto de 2019.  

Jaizon Veras Barbosa – CEL QOPM

Comandante Geral da PMTO"

NOTA DE PESAR

"É com pesar que recebemos a notícia do falecimento prematuro do tenente Marcos Rogério Aires Manduca. A sua morte nos pegou de surpresa e o levou de nós repentinamente.

Devemos sempre lembrar que Deus quer ao seu lado os melhores, e com certeza o nosso amigo já está ao lado do Senhor cumprindo uma nova missão. Marcos Manduca deixa seu legado de profissionalismo, honestidade, lealdade e inteligência.

Consternado por essa grande perda nesse difícil momento dos corações em luto só nos cabe pedir a Deus que lhe ilumine e lhe dê paz, que dê conforto à sua esposa Izabel Alves da Silva Aires Manduca, filhos, amigos e colegas de corporação.

 Deputado Federal Vicentinho Júnior e Família"

Tenente é morto por sargento durante festa de comemoração do Dia do Soldado no Tocantins

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.