Araguaína

Vendedor ambulante que atirou em flanelinhas ao ser ameaçado deixa a prisão após 106 dias

Por Redação AF
Comentários (0)

07/09/2017 17h45 - Atualizado há 2 meses
O vendedor ambulante de Araguaína Luiz Soares Gomes, de 59 anos, deixou a Unidade de Tratamento Penal Barra da Grota na tarde desta quinta-feira (7) após passar mais de 100 dias na prisão. Ele foi preso no dia 24 de maio após atirar em dois flanelinhas que o teriam ameaçado com um facão no seu local de trabalho. O fato aconteceu na Avenida Cônego João Lima. Luiz acabou sendo denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Mas, para a juíza Cirlene Maria de Oliveira, substituta da 1ª Vara Criminal de Araguaína, o vendedor não teve vontade de matar os flanelinhas (animus necandi), razão pela qual não deve responder por crime doloso contra a vida. Luiz foi defendido pelos advogados Marcelo Carvalho da Silva e Richerson Barbosa Lima. Durante audiência, o vendedor revelou que os flanelinhas já tinham entrado em sua residência e tentado matá-lo no ano de 2016. Segundo ele, no dia da confusão, os flanelinhas o abordaram e passaram a ameaçá-lo. Luiz disse que pediu para que fossem embora, contudo, foi encurralado pela dupla. Um deles estava com um facão na cintura. Diante disso, o vendedor pegou o revólver e efetuou os disparos. “O acusado (vendedor) contou que as vítimas já o tinham roubado e ameaçado, bem como estava com essa arma justamente por causa dessas ameaças que lhe foram feitas”, disse uma testemunha. Outra testemunha, que presenciou o episódio, confirmou que o vendedor foi ameaçado. “Um deles teria se aproximado de Luiz, quase que o agredindo. O vendedor, então, pegou uma cadeira para se defender; mesmo assim, eles ficavam "em cima". Um deles, que portava uma bolsa, fez gesto como se fosse tirar alguma coisa de dentro. Foi nessa hora que o vendedor deu uns dois passos para trás e efetuou os disparos”, contou a testemunha. A juíza concluiu que Luiz não teve a vontade de matar os flanelinhas, pois, caso contrário, poderia prosseguir efetuando mais tiros. “O acusado, se quisesse, poderia ter matado Kaique e Ronevaldo, até porque ainda possuía em torno de seis munições consigo”, concluiu a decisão. VEJA MAIS... http://afnoticias.com.br/vendedor-ambulante-atira-em-dois-flanelinhas-apos-ser-ameacado-com-faca-no-centro-comercial-de-araguaina/ http://afnoticias.com.br/ministerio-publico-denuncia-vendedor-ambulante-que-atirou-em-flanelinhas-para-se-livrar-de-assalto-em-araguaina/

Comentários (0)

Mais Notícias

Barra da Grota

Seciju tenta identificar celular utilizado para filmar homenagem a bandido morto

O vídeo mostra vários supostos integrantes do PCC reunidos no Presídio Barra da Grota em homenagem ao criminoso.

PM

Adolescentes assaltam mulher de bicicleta e acabam apreendidos no Tocantins

Os três foram reconhecidos pela vítima e encaminhados à delegacia.

Homicídio

Jovem usuário de drogas é morto a tiros em lote baldio no Setor Entroncamento

O jovem já tinha sido alvo de outra tentativa de homicídio.

Criminalidade

Criminoso posta vídeo nas redes sociais queimando carro roubado em Palmas

A Policia Militar recebeu denúncia do paradeiro do suspeito através do WhatsApp.

Prejuízo

Homem joga caminhonete em cima de assaltante e colide em poste em Araguaína

O bandido estava em uma motocicleta e foi imobilizado por populares até a chegada da polícia.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.